Justiça mantém preso homem que matou cão ao arrastá-lo no asfalto


Pixabay

Manoel Batista dos Santos Junior, de 32 anos, teve sua prisão em flagrante convertida em preventiva pela Justiça após amarrar um cachorro em um carro e arrastá-lo até a morte na cidade de Jaguaré, no Espírito Santo.

A decisão foi tomada durante audiência de custódia na quarta-feira (14) pelo juiz Leandro Cunha Bernardes da Silveira sob a justificativa de garantia da “ordem pública” e da “regular instrução processual”. Segundo o prazo prescricional, o mandado de prisão preventiva vale até 12 de outubro de 2032.

” […] tenho que a soltura do custodiado poderá colocar em risco a segurança social, haja vista a real possibilidade de reiteração delitiva, além do que está presente a periculosidade concreta de sua conduta […]”, diz trecho da decisão. De acordo com o documento, o agressor do cão é réu primário.

Câmeras de segurança flagraram o momento em que o homem agrediu o animal. Em depoimento à polícia, ele afirmou que matou o cão porque ele estava doente.

A presidente da ONG de Proteção a Cães de Jaguaré, Suely Izabel Dalvi, repudiou o ato de violência praticado por Manoel Batista. “Não sei como um ser humano tem a capacidade de fazer isso com um animal inocente. Ficamos todos revoltados e só esperamos que ele pague pelo crime que ele cometeu”, disse ao G1.

De acordo com o delegado Leonardo Malacarne, titular da delegacia de São Mateus, para onde o agressor foi levado, a versão de Manoel não é convincente e, mesmo se fosse verdadeira, não justificaria o crime.

“Ele mora em São Mateus. Contou que estava em Jaguaré desde sábado na casa de amigos. Ontem, por volta das 20h, ele saiu de casa, viu o cachorro na frente do carro dele, e, segundo ele, o cachorro estava aparentemente doente, com fome, agonizando. Diante dessa situação, ele achou que seria interessante sacrificá-lo. Ele pegou uma corda, um varal que tinha no carro, pegou o cachorro, amarrou no para-choque e o arrastou”, explicou o delegado.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

PAUTA EMERGENCIAL

SOLIDARIEDADE

GESTO DE AMOR

TAILÂNDIA

ESTUPIDEZ HUMANA

POLUIÇÃO

AUSTRÁLIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>