Mulher vende pratos para salvar cadela com doença rara


Foto: Facebook Fundación Rayito

A ativista peruana Fabiola Alegre descobriu-se com o coração cheio de compaixão ao se deparar com uma cadela que possui uma doença rara. Com o desejo de auxiliar, ela decidiu produzir e vender pratinhos de cães com a intenção de custear o tratamento da cachorrinha. Para isso, todo o dinheiro arrecadado será investido na busca da cura.

Quem pensa que a enfermidade incomum é a única dificuldade que a cadela já sofreu em toda a vida, está enganado. Sem ter um tutor para receber os cuidados necessários, ela morava nas ruas. Porém, ‘Cachorra’, como nomeada, foi levada para o abrigo de animais da Fundação Rayito, localizado no Peru.

Quando a cachorrinha chegou ao local de refúgio, estava muito desnutrida, de acordo com informações de Fabiola. Mesmo depois de recuperar o peso que tinha perdido, Cachorra continua enfrentando problemas. Ela tem o sistema imunológico debilitado por causa da doença.

Complicando ainda mais a situação, a enfermidade da cachorrinha ainda não foi totalmente identificada. “Pelo que os veterinários disseram, presume-se que ela tenha algum tipo de diabetes ou insuficiência pancreática, doenças muito difíceis de diagnosticar e tratar aqui no Peru”, afirma Fabiola. Mesmo assim, a ativista segue com esperança vendendo os pratos para salvar Cachorra.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

EXPLORAÇÃO

APELO

LUTO

FLORIANÓPOLIS (SC)

SÃO PAULO

INOVAÇÃO

AMOR

ESTUDO

ÁFRICA DO SUL

CÂNCER DE PELE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>