Perícia investiga se queimada que ameaça santuário de macacos é criminosa


Foto: Reprodução/TV TEM

A Polícia Militar Ambiental realizou uma perícia na última quarta-feira (30) na cidade de Itu, no interior de São Paulo, para identificar se a queimada que ameaça o Projeto Mucky é criminosa. A entidade abriga macacos resgatados de situações de vulnerabilidade.

Iniciadas no último domingo (27), as chamas deixaram voluntários da entidade preocupados. Junto dos bombeiros, eles se esforçaram para combater o fogo e impedir que os animais fossem prejudicados.

O Corpo de Bombeiros informou ao G1 que embora o incêndio já tenha sido controlado, há ainda alguns focos de queimada a serem combatidos.

Localizado em meio a uma área de mata, a sede do projeto tem 20 mil metros quadrados e abriga mais de 250 macacos.

Dedicados ao trabalho de proteção animal, os mais de 30 voluntários da entidade não só cuidam dos macacos, como se uniram para arrecadar equipamentos de segurança e água, usados no combate ao fogo. Incansavelmente, os membros do Projeto Mucky trabalharam dia e noite para controlar as chamas.

Foto: Reprodução/TV TEM

Baldes de água, mangueiras e motosserras para tirar folhas secas foram usados durante as ações de combate aos focos de incêndio. A topografia do local, que é de difícil acesso, impediu a entrada dos caminhões do Corpo de Bombeiros, o que tornou o trabalho mais complicado.

Há 35 anos, o Projeto Mucky resgata macacos que foram maltratados e comercializados por traficantes de animais. Muitos deles possuem deficiência física ou neurológica e não podem retornar à natureza.

Durante o incêndio, pelo menos 40 macacos foram transferidos para um local mais seguro. No entanto, segundo a entidade, não há espaço suficiente para realocar todos os animais.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ÓRFÃO

COREIA DO SUL

SOB INVESTIGAÇÃO

AGRESSÃO BRUTAL

INSTINTO

VIDA NA RUA

RESPEITO E AFETO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>