Filhote de baleia encontrado morto em praia pode ter sido vítima da pesca


Foto: Felipe Oliveira/Vanguarda Repórter

Um filhote de baleia-jubarte foi encontrado morto na última segunda-feira (28) em Ilhabela, no litoral do estado de São Paulo. O corpo ficou encalhado na Praia da Armação.

A suspeita é de que o animal marinho tenha sido mais uma das vítimas acidentais da pesca. Além dos peixes, que são o foco dos pescadores, outras espécies acabam presas às redes de pesca e morrem. E é exatamente isso que pode ter acontecido com o filhote.

Moradores da região passavam pelo local quando se depararam com a baleia morta e acionaram o Instituto Argonauta, que realiza o monitoramento de animais marinhos nas praias. Uma equipe da instituição foi enviada à Praia da Armação para averiguar o caso.

Removido da areia da praia ainda na tarde da segunda-feira, o filhote media aproximadamente 4,5 metros e pesava uma tonelada, segundo o Instituto.

As causas da morte serão investigadas por especialistas da instituição. Suspeita-se, porém, que o animal tenha morrido após ficar preso em uma rede de pesca. Isso porque pedaços do material foram encontrados enroscados em seu corpo.

Frequentemente, são registrados casos de tartarugas que morrem após se prenderem em redes de pesca ou até mesmo engolirem fragmentos delas. Por conta dessa relação entre a pesca e a morte acidental de diversas espécies, além da matança de peixes, ativistas pelos direitos animais incentivam a adoção do veganismo. Ao deixar de consumir produtos de origem animal, o vegano não incentiva esse ciclo de mortes e sofrimento.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

TRATAMENTO MÉDICO

PROGRESSO

GANÂNCIA

DESTRUIÇÃO AMBIENTAL

COREIA DO SUL

VEGANISMO

PRESSÃO PÚBLICA

RESILIÊNCIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>