Com poucos dias de vida, cãozinho idoso é adotado e supera expectativas


Earl e sua tutora | Foto: Reprodução

A situação de cachorros em abrigos é extremamente difícil, especialmente para aqueles que são idosos. Em geral, os possíveis adotantes tendem a preferir cachorros mais jovens, enquanto os idosos são esquecidos e passam o restante de suas vidas nestes locais.

O mesmo acontecia com um cãozinho idoso, que residia em um abrigo a muitos anos, com problemas de saúde viu inumas possibilidades de adoção passarem por ele, mas nenhuma se concretizou. Mas finalmente, tudo mudou uma mulher residente em Oregon, recebeu informações sobre o cachorro idoso no abrigo e demonstrou interesse em adotá-lo.

O cãozinho foi levado para Oregon para junto de sua tutora, que logo lhe deu um nome, Earl. Ao encontrar Emma, ela pode observar que o estado de saúde do cãozinho, não ia nada bem.

Earl se recuperando do susto | Foto: Reprodução

Logo no início, Earl não conseguia alimentar-se bem sozinho, até chegar num momento no qual não ingeria nada somente com auxílio de uma seringa. Segundo Emma, ele voltou a se sentir um pouco mais forte e seu apetite foi retornando.

Entretanto a melhora foi rápida e, logo em seguida, Earl apresentou respiração ofegante e inchaço no estomago. Pela saúde do companheiro, Emma o levou ao veterinário, onde o cãozinho foi diagnosticado com insuficiência cardíaca.

Com a notícia, o veterinário já preparou a tutora para dizer adeus a seu amigo canino, e que caso ele não passasse das próximas 24h, dificilmente sobreviveria. Mas Earl ‘lutou bravamente’, de acordo com Emma e sobreviveu.

Na manhã seguinte ao ocorrido, Emma conta que o cãozinho aparentava estar bem melhor, e foi logo ao seu encontro quando a viu. O veterinário informou que após o episódio, Earl só teria mais 1 mês de vida, porém se passaram 7 meses do susto causado e ele se encontra bem com sua tutora.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

POLÍTICA PÚBLICA

RECOMEÇO

BANALIZAÇÃO

CAZAQUISTÃO

DESMATAMENTO

BARBÁRIE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>