Início Notícias Atriz Sophia Loren é presenteada com casaco de pele sintética e sustentável

Atriz Sophia Loren é presenteada com casaco de pele sintética e sustentável

Atriz Sophia Loren | Foto: Reprodução Pixabay
Atriz Sophia Loren | Foto: Reprodução Pixabay

A mundialmente famosa atriz italiana Sophia Loren ainda utiliza roupas de pele de animais. Pensando na conscientização da estrela, a estilista Stella McCartney a presenteou com um casaco feito de pele artificial de base biológica, o KOBA, da marca ECOPEL, em comemoração ao 86º aniversário do ícone do cinema.

O projeto de McCartney teve como parceiro também a People for the Ethical Treatment of Animals – PETA (Pessoas pelo Tratamento Ético com os Animais, tradução livre) para enviar a roupa, com ambas as partes esperando que isso seja uma inspiração para Loren não utilizar pele de animais, e seguir os passos de fashionistas italianas como Anna Dello Russo, que não utilizam mais o material.

‘Violento e fora de moda’

A vice-presidente de programas internacionais da PETA, Mimi Bekhechi, explica que o comercio de peles é fruto de muita violência, e que pessoas como Sophia não deveriam utilizá-lo.

E comenta o presente: “Esperamos que este lindo presente a inspire a se juntar aos 90% dos italianos que, depois de ver como raposas e outros animais são espancados, eletrocutados, gaseados e até mesmo esfolados vivos por causa de sua pele, estão rejeitando de todo o coração a indústria.”

Além disso, Bekhechi também acrescentou, que nomes italianos influentes na moda – Armani, Prada, Versace, Furla, Gucci e Elisabetta Franchi –, não utilizam mais peles em suas coleções.

Casaco de pele biológica, KOBA, produzido pela ECOPEL | Foto: Reprodução

 Fazenda de peles e a Covid-19

Atualmente, é recorrente o número de vezes em que fazendas de extração de peles, ou fazendas pecuárias ganham destaque nos jornais mundo afora. Isso se dá por que os casos de Covid-19 tendem a se espelhar com enorme facilidade entre animais doentes em fazendas de peles e pecuária.

“Além de serem extremamente cruéis, os cientistas agora alertam que as fazendas de peles também podem se tornar reservatórios para futuras pandemias, já que o risco à saúde pública levou ao fechamento de fazendas de extração de pele em várias partes do mundo”, finaliza PETA.

Hoje, na Itália, a organização está concentrada em pedir ao primeiro ministro do país, para que feche fazenda de extração de peles de visons.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui