Chuva ameniza queimadas no Pantanal após quatro meses de estiagem


Foto: Amanda Perobelli/Reuters

Após enfrentar um período longo de estiagem, com duração de quatro meses, o Pantanal de Mato Grosso registrou chuva na madrugada de domingo (20). A água amenizou as queimadas que já devastaram quase 3 milhões de hectares do bioma.

O Corpo de Bombeiros informou que a chuva diminuiu a velocidade de propagação do fogo na cidade de Poconé e amenizou as frentes de incêndio.

No entanto, ainda não é possível fazer uma avaliação completa sobre esse cenário, que deve ficar pronta em aproximadamente 72 horas. A análise, conforme informou a corporação ao G1, é geral e não considera apenas a chuva do domingo.

Considerada a maior planície inundável do planeta, o Pantanal vive a pior queimada de sua história, segundo dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Foram identificados neste ano 15.756 focos de calor no bioma – número superior ao recorde batido em 2005 na região, quando 12.536 focos foram registrados.

Para tentar conter o fogo, brigadistas, bombeiros e oficiais da Marinha se uniram. Voluntários e membros de ONGs também participam das ações, que envolvem o resgate de animais feridos.

A Agência de Notícias de Direitos Animais (ANDA) está movendo uma ação cautelar através da 8ª Vara Federal Cível da Seção Judiciária de Mato Grosso (SJMT) para pedir que o governo federal envie aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) ao Pantanal para combater as queimadas.

A ANDA também é uma das 37 ONGs signatárias de uma representação contra os incêndios florestais. O documento foi protocolado no Ministério Público Federal no último sábado (19). Dentre os pedidos feitos, constam a urgência do combate ao fogo, a punição dos responsáveis e o resgate de animais feridos.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ABUSO

ÓRFÃO

COREIA DO SUL

SOB INVESTIGAÇÃO

AGRESSÃO BRUTAL

INSTINTO

VIDA NA RUA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>