Início Notícias MPMG lança guia com reflexões sobre a relação entre animais humanos e...

MPMG lança guia com reflexões sobre a relação entre animais humanos e não humanos

 

Ver essa foto no Instagram

 

Por aqui a gente não cansa de falar: nós somos a natureza. Enxergar-se como natureza passa também por repensar a relação estabelecida com os animais não-humanos. São tempos urgentes, onde cuidar dos mais frágeis e vulneráveis – sejam eles da nossa espécie ou não – é uma questão ética, moral, política, econômica, social e ecológica. ⠀ ⠀ Nossa líder de sustentabilidade, Aleluia Heringer, a convite do Ministério Público de Minas Gerais, escreveu o Guia “Animal não humano: presente!”, que traz reflexões sobre a educação e a relação entre animais humanos e não humanos. ⠀ ⠀ Para marcar esse momento e ampliar o debate do tema, faremos uma live de lançamento no dia 22/09, às 19h. Faça sua inscrição em http://bit.ly/inscricao-animalnaohumano (link na bio) e garanta o download gratuito e antecipado do guia. ⠀ ⠀ Te esperamos! ⠀ #animalnãohumano #mpmg #ecologiaintegral #ilali

Uma publicação compartilhada por Centro ilali (@centroilali) em

O Ministério Público de Minas Gerais (MP-MG) através da Coordenadoria Estadual de Defesa da Fauna (CEDEF) e em parceria com o Sindicato das Escolas Particulares de MG (SINEPMG), lançará no próximo dia 22 de setembro o guia ‘Animal não humano: presente’. O guia é de autoria da professora e consultora de Educação da ANDA, Aleluia Heringer.

Voltado principalmente para os educadores, o material tem como principal objetivo provocar questionamentos sobre as condições de vida desses animais, sobre o uso e as representações que fazemos deles e o que estamos perpetuando de forma equivocada. O evento será realizado de forma virtual, sendo necessária uma inscrição prévia para poder acompanhar o lançamento.

Para a professora e doutora em Educação Aleluia Heringer, 58 anos, autora do guia, o objetivo é chamar a atenção para forma como a escola e suas práticas pedagógicas e a educação informal (família, sociedade e mídia), de uma forma em geral, abordam, representam e lidam com os animais não humanos.

“O animal é usado por nós como se fosse um objeto, como uma coisa para nos servir e com isso infligimos uma ética, só que na nossa cabeça os animais não são merecedores dessa ética, ou dessa moral”, ressaltou a autora em entrevista à ANDA.

O guia inicialmente será online, mas a intenção do Ministério Público em parceria com o Sindicato das Escolas Particulares- MG (SINEP) é que a partir de 2021, esteja disponível em todas as escolas particulares de Minas Gerais.

“Entramos em contato com o sindicato das escolas particulares de MG, explicamos o projeto e qual era a proposta, eles gostaram e entraram também como patrocinadores. Eles vão imprimir o guia e enviar para todas as escolas particulares conveniadas de Minas Gerais”, ponderou a diretora da escola Santo Agostinho.

Início

A ideia de lançar o guia “Animal não humano: presente”, surgiu através de um planejamento do Ministério Público-MG através da Coordenadoria Estadual de Defesa da fauna (CEDEF) que com a verba do Termo de Ajustamento de Conduta decidiu reverter esse dinheiro para uma ação de educação. Segundo Aleluia, o Ministério Público- MG recebia denuncias advindo de escolas, principalmente de escolas particulares.

“A forma como eles tinham ideias e projetos contanto equivocados dos animais fez com que a gente conversasse muito em conjunto com o MP e chegamos na convicção que a educação nas escolas, a formação de professores, diretores, estavam muito carentes de um reflexão um pouco mais profunda sobre as representações e o trato com os animais”, lembrou Heringer.

Para a promotora de Justiça e responsável pela coordenadoria Estadual de Defesa da Fauna- (CEDEF), Luciana Imaculada de Paula, o principal objetivo e finalidade do guia é acabar com as praticas de abuso e maus-tratos aos animais.

MP-MG lança guia para reflexões sobre educação e relação entre animais humanos e animais não humanos
Foto: Reprodução/ Facebook/ Fred Costa

“O guia surgiu da necessidade que foi vivenciada pela coordenadoria da (CEDEF) de trabalhar as reflexões que a sociedade em seu trato com os animais. Nós recebemos de várias representações de todo Estado de Minas Gerais supostas situações de maus-tratos com os animais”, relembrou a promotora.

MP-MG lança guia para reflexões sobre educação e relação entre animais humanos e animais não humanos.
Foto: Reprodução/ Facebook/ Fred Costa

“A percepção que nós tínhamos, e eu como promotora de Justiça a frente da coordenadoria e que havia uma necessidade de discutir essas práticas antes de punir os envolvidos. Então, nesse sentindo, procuramos a professora Aleluia Heringer e outras entidades para que pudéssemos trazer essas discussões e reflexões, com o intuito de contribuir para uma nova visão da sociedade em relação aos animais”, complementou a coordenadora do CEDEF.

A promotora ainda ressalta que a data de lançamento do guia, 22 de setembro, foi justamente para celebrar o Dia em Defesa dos Animais, também conhecido como o Dia da Defesa da Fauna.

Lançamento

O lançamento do guia “Animal não humano: presente” ocorrerá dia 22 de setembro às 19 horas de forma virtual pela plataforma zoom us.

Para participar do evento de lançamento do guia, o candidato terá que fazer um cadastro no link: http://bit.ly/guiaanimalnaohumano. Após feito o cadastro o candidato receberá o link do e-mail. Basta acessá-lo no dia e horário informados para participar. Os inscritos também terão acesso, em primeira mão, à versão digital da publicação.

O evento terá a presença da autora do guia; Aleluia Heringer- autora do guia, doutora em educação, diretora do colégio Santo Agostinho que fica na cidade de Contagem- Região Metropolitana de Belo Horizonte- MG; Luciana Imaculada de Paula- promotora de Justiça e responsável pela coordenadoria Estadual de Defesa da Fauna- CEDEF; Júlio César Luciano- promotor de Justiça; Zuleica Reis Ávila- presidente do Sindicato das Escolas Particulares de Minas Gerais- SINEP-MG; Capitão José Fernandes de Paula- Associação Regional de Proteção Ambiental- ARPA e Eliana Malta- diretora da ONG Rock Bicho.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui