Empresa de carnes vegetais celebra 30 anos com crescimento de demandas


Reprodução

Neste mês de setembro, o grupo holandês Vivera, indústria de alimentos à base de vegetais que busca imitar o sabor e a textura de carne tradicional, completa 30 anos. Em comemoração, a companhia do mercado vegetariano, que atualmente comercializa mais de 50 produtos em cerca de 27 mil supermercados ao redor do mundo, anunciou futuros investimentos, equivalente a mais de R$ 187 milhões para aumentar a produção, segundo informações do grupo Distrifood.

A meta é ampliar o dobro do volume de alternativas à carne, de 17 milhões de quilos para 45 milhões, até o ano de 2025. A indústria conta com três fábricas em funcionamento e tem o objetivo de gerar a duplicação de empregos nos próximos anos. A CEO da Vivera, Willem van Weede, afirma que a expansão deve favorecer a baixa nos preços dos produtos para o consumidor.

Apesar do impacto da pandemia do novo coronavírus, os planos da companhia se mostram promissores, visto que a Vivera testemunhou o crescimento de 30% da demanda por alternativas à carne, prevendo faturamento equivalente a R$ 542 milhões em 2020 e R$ 1,6 bilhão nos próximos 4 anos.

De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), a redução do consumo de carne é a maior transformação para o enfrentamento da mudança climática. Diminuindo o consumo, é possível ajudar no combate às emissões de gás carbono no planeta em 24%, o equivalente a retirar 240 milhões de carros das ruas. Além disso, o órgão ressalta que comer carne causa impacto não só ao meio ambiente, mas também a saúde humana e a qualidade de vida dos animais.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

VÍTIMAS DA CAÇA

MAUS-TRATOS

RECONHECIMENTO

PRESERVAÇÃO

VAQUINHA ON-LINE

FINAL FELIZ

LEALDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>