Amor

Menino cria vínculo especial galinhas e canta canções de ninar para as aves

Com apenas 5 anos, Henrique dá exemplo para muitos adultos ao tratar as galinhas com afeto e respeito

Foto: Arquivo Pessoal / Patrícia Donadel Zottis
Foto: Arquivo Pessoal / Patrícia Donadel Zottis

Henrique enxergou nas galinhas de seus avós o que muitos adultos teimam em não notar: elas são seres sencientes, capazes de criar verdadeiros vínculos de afeto com as pessoas. E foi exatamente por isso que o menino, de apenas 5 anos, tornou-se amigo das aves, para as quais ele canta até canções de ninar.

O pequeno mora em Passo Fundo (RS) com seus pais Luciano e Patrícia, mas está passando a quarentena imposta pela pandemia de coronavírus com a família no interior do estado, na casa dos avós.

Em contato com muitos animais, Henrique criou um afeto especial pelas galinhas. São sete aves que agora contam com o cuidado e o carinho do garoto.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

Para a família da criança, não resta dúvidas: Henrique ama as galinhas e o amor é recíproco. “Ele gosta de acompanhar a subida delas no poleiro e canta músicas de ninar para elas”, contou Patrícia ao portal Amo Meu Pet.

O menino adora segurar as galinhas no colo e fazer carinho nelas – um gesto que provavelmente elas nunca tinham vivenciado antes, já que lamentavelmente esses animais são vistos como objetos a serem explorados e mortos pelos humanos.

Mas se antes as galinhas não sabiam o que é o amor vindo de um humano, graças a Henrique agora elas sabem. A mãe do menino contou que as aves gostam quando ele entra no galinheiro pois sabem que ele está lá para cuidar delas.

“Percebemos que ele se apegou a esses bichinhos até pela falta que sente dos amiguinhos e de brincar com outras crianças. Para ele, elas são de estimação e já está preocupado como vai fazer quando voltarmos para Passo Fundo. Elas sentirão muitas saudades dele e ele também delas”, concluiu Patrícia.

Confira um vídeo de Henrique conversando com as galinhas:


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui