Dezenas de galos explorados em rinhas são resgatados após maus-tratos


Foto: Polícia Ambiental/Divulgação

A Polícia Militar Ambiental (PMA) resgatou 30 galos explorados em rinhas na cidade de Taubaté, no interior de São Paulo. As aves sofriam maus-tratos e eram mantidas em uma propriedade no bairro Barreiro.

No local, dois homens foram encontrados. Detidos, eles foram encaminhados à delegacia, de onde foram liberados após prestarem depoimento.

De acordo com a PMA, os homens relataram que o local onde os galos foram encontrados era usado para treiná-los para as rinhas. De lá, eles eram levados para combates em outros locais após serem comercializados.

Tratadas como mercadorias voltadas ao entretenimento humano, as aves eram vítimas de maus-tratos, conforme constatado por um médico veterinário que as examinou. Dentre as crueldades praticadas contra os animais, esporas mutiladas e penas retiradas foram identificadas.

Um caderno com anotações sobre as rinhas foi apreendido pelos policiais, que também encontraram no local itens como esporas de plástico, bicos de metal, sacolas de transporte, equipamentos para treinamento das aves, medicamentos cicatrizantes e hormônios, além de uma pistola de pressão e de uma arena.

O caso foi descoberto graças a uma denúncia anônima que resultou no indiciamento dos envolvidos nas rinhas. Os homens responderão em liberdade pelo crime de maus-tratos a animais. Eles foram multados em R$ 90 mil cada.

Resgatados, os galos foram levados para o Instituto de Manejo da Biodiversidade em Lorena.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

RECOMEÇO

BANALIZAÇÃO

CAZAQUISTÃO

DESMATAMENTO

BARBÁRIE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>