Mulher enfrenta rio para salvar a vida de dois cachorros no RJ


Pixabay/Imagem Ilustrativa

Uma mulher entrou em um rio para salvar a vida de dois cachorros que estavam ilhados no local. O caso aconteceu em Teresópolis, no Rio de Janeiro, e chamou a atenção de pessoas que passavam pela região.

Num dia frio e chuvoso, os cães corriam o risco de morrer por hipotermia ou afogamento. Embora estivessem ilhados em uma margem do rio Paquequer, as águas estavam subindo e poderiam carregá-los.

A costureira Claudia Vianna foi a heroína que salvou os cães. Ela soube que os animais estavam em apuros e decidiu ajudar. “Duas conhecidas me avisaram que tinham dois cachorros no rio, pedi informação de onde eles estavam exatamente e corri pra lá”, contou a costureira ao G1.

A situação de risco em que estavam deixou os cães bastante assustados, segundo a costureira, que os carregou nos braços para tirá-los do rio. Claudia conseguiu uma escada, por meio da qual teve acesso ao local onde os cachorros estavam. Ela enfrentou o rio, a chuva e o frio para proteger os animais, que vivem em situação de rua e são cuidados pelos moradores da região.

“Eu não sabia amarrar eles na corda então eu resolvi subir com eles no braço mesmo. O Lobão tem um porte de pastor alemão e a Preta tem um porte de labrador. Eu coloquei um de cada vez debaixo do braço esquerdo e com a mão direita me segurei na escada. Primeiro eu subi o Lobão e depois subi a Preta”, contou.

A ação da costureira garantiu a sobrevivência dos animais. A vontade dela, no entanto, era conseguir um lar para eles. “Eles são inseparáveis! Infelizmente eu não tenho condição para adotar mais, pois teria que adotar os dois, eles mereciam um lugar seguro”, disse.

Protetora de animais, Claudia sempre ajuda cachorros e gatos em situação de vulnerabilidade. E garante que continuará ajudando-os.

“Eu sempre me aventuro em coisas parecidas, mas nunca gravo, faço por amor e nunca posto. Nesse caso foram as pessoas que estavam no local que gravaram e fizeram postagens. Comecei a receber ligações sobre o ocorrido cerca de uma hora depois e também vídeos do resgate. Essa não é a primeira vez, e não será a ultima, enquanto eu tiver forças, vou sempre ajudar”, concluiu.


Pixabay/Imagem Ilustrativa

 



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

VEGANISMO

PRESSÃO PÚBLICA

RESILIÊNCIA

RECOMEÇO

FINAL FELIZ

RECIFE (PE)

RECOMEÇO

CONSCIÊNCIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>