Onça-pintada resgatada de incêndio inicia tratamento com células-tronco


Foto: Willian Gomes / Secomm UFMT

A onça-pintada encontrada ferida após ser vítima de um incêndio no Pantanal vai ser tratada com células-tronco. O tratamento será realizado em Corumbá de Goiás.

Resgatada em Mato Grosso com as patas queimadas, ela foi levada para o Centro de Medicina e Pesquisa de Animais Silvestres (Cempas), da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), onde recebeu os cuidados iniciais e, em seguida, foi transferida para Goiás.

Atualmente, o animal silvestre está abrigado na sede do Instituto de Preservação e Defesa dos Felídeos da Fauna Silvestre do Brasil em Processo de Extinção (Nex). O tratamento com células-tronco, segundo o veterinário Thiago Luczinski, visa acelerar o processo de cicatrização.

O profissional explicou ao G1 que o objetivo é promover uma recuperação rápida para que a onça retorne à natureza o mais breve possível. “Quanto menos ela ficar sob os cuidados humanos, maior é a chance de ela voltar para a natureza”, disse.

Desde que chegou ao instituto, o animal já apresentou melhora. Sem comer por conta própria desde que foi salva, na segunda-feira (17), a onça finalmente conseguiu se alimentar sozinha no sábado (22).

Foto: Reprodução/TV Anhanguera

No final de semana, ela foi anestesiada para que seu quadro de saúde fosse novamente avaliado. Durante o procedimento, a onça-pintada passou por um procedimento de limpeza das patas.

Além das células-tronco, o tratamento do animal inclui antibióticos, analgésico e anti-inflamatório. Mantê-la em isolamento também tem ajudado.

“Ela está isolada em um recinto sem movimentação com o objetivo de reduzir o estresse que ela passou durante a viagem. Isso já surtiu efeito”, concluiu o veterinário.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ASCENSÃO

GRATIDÃO

INDEFESAS

VIDA NOVA

ETERNIZADO

AÇÃO SOCIAL

AMOR


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>