Cadela é levada por criminosos durante hospedagem em hotel para animais


Foto: Antônio Carlos/Arquivo Pessoal

Uma cadela da raça beagle foi levada por criminosos em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. O crime aconteceu na quarta-feira (19) na Vila Taquarussu. Chaverah, como é chamada, convive com o filho de seus tutores, de 4 anos, desde que ele nasceu.

Tutor da cadela, o professor universitário Antonio Carlos Santana de Souza pede ajuda para reencontrá-la. Segundo ele, a escolha do nome da beagle tem um significado especial. “O nome dela é Chaverah, que em hebraico significa a amiga”, explicou.

O docente revelou ao G1 que a cadela estava há aproximadamente 15 dias em um hotel para animais. Ela foi levada para o local para que a família pudesse viajar.

Responsável pela hospedagem, uma mulher de 37 anos, que preferiu não ser identificada, contou que a cadela estava em um cômodo específico do hotel por causa do frio e que a porta de blindex do local foi arrombada pelos criminosos que a levaram.

O hotel fica anexo à casa da proprietária do estabelecimento. Ela percebeu que o animal havia sido levado quando saiu para ir à padaria pela manhã. Além de Chaverah, os criminosos levaram a única câmera de segurança do local – em formato de lâmpada, o objeto tinha um pen-drive acoplado. A mãe da mulher, que mora com ela, disse não ter ouvido nenhum barulho, nem percebido qualquer movimentação suspeita.

O caso foi denunciado à polícia. Em seu depoimento, a dona do hotel contou que as casas vizinhas à dela estão sem moradores e que, por isso, ela recorreu às pessoas que moram nas proximidades, mas nenhuma delas tinha havia visto a cadela.

Informações sobre o paradeiro de Chaverah devem ser repassadas à polícia pelo 190.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

RECOMEÇO

BANALIZAÇÃO

CAZAQUISTÃO

DESMATAMENTO

BARBÁRIE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>