Foca é forçada a puxar barco com crianças em parque na Bélgica


Reprodução

Um vídeo compartilhado em diversas redes sociais mostra o momento em que duas focas são obrigadas a puxar um pequeno barco com três crianças dentro em uma piscina do parque Mont Mosan, na Bélgica. Os animais fazem parte de uma atração aquática e são incentivados a transportar turistas em troca de alimentação com uma espécie de coleira presa em seus pescoços.

As imagens foram divulgadas pelo ativistas em defesa dos direitos animais Aaron Copette e pela organização “C’est assez” (Isso é o suficiente, em tradução livre), que está organizando uma campanha pedindo a libertação de animais marinhos em cativeiro. “Acho horrível o que ainda estamos fazendo aos animais em 2020. Tudo para entreter as pessoas e por dinheiro”, disse Aaron.

O ativista acrescentou ainda que diversos grupos e organizações estão trabalhando arduamente para educar e conscientizar os visitantes sobre a realidade dos animais mantidos aprisionados em zoos e parques para entretenimento humano. Ele alerta também que não existe bem-estar onde há escravidão. A única solução ética e correta é a libertação dos animais.

Após a divulgação do vídeo, o parque e o seu dono foram duramente criticados. A “C’est assez” está pedindo ao público que não propague palavras e comentários de violência, mas atue em conscientizar a população e os turistas e peça ao parque que considere a compaixão e a empatia e pare de explorar e abusar dos animais em troca de lucro financeiro.

O Mont Mosan preferiu não comentar as denúncias.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

DADOS ALARMANTES

ÓRFÃO

INVESTIGAÇÃO

ESTELIONATO

MORTE ACIDENTAL

ALARMANTE

NOVA CHANCE

DESUMANIDADE

SALVAMENTO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>