Égua deita no colo de agente de trânsito que sentou no chão para acalmá-la após acidente


Foto: TV Anhanguera/Divulgação

Uma égua que sofreu um acidente em Goiânia (GO) recebeu o carinho de uma agente de trânsito e retribuiu deitando em seu colo. Servidora da Secretaria Municipal de Trânsito (SMT), Graziella Neres Fleury se comoveu com o sofrimento do animal, que estava com uma fratura na pata traseira direita.

“Eu pensei na dor. A fratura era muito feia, tinha pedaços pequenos de osso do lado dela, aquele calor, e ela no sol. Eu fui me aproximando devagarzinho e tentei acalmá-la”, disse a agente ao G1.

Moradores e comerciantes também ajudaram. “O pessoal do posto de gasolina pegou um banner deles para tapá-la do sol e uma idosa se despôs a ajudar. Eu pedi um balde com água e dei para ela beber”, contou.

Em seguida, a égua deitou no colo da agente, que viu a reação do animal como uma forma de carinho e agradecimento. “Eu acarinhei muito ela, o rosto, as patinhas da frente. Ela deixou até eu passar a mão na orelha dela, porque, geralmente, cavalos não gostam que passam a mão na orelha. Eu até apelidei ela de Canela, por conta da cor. Teve um momento que ela colocou o focinho no meu colo”, relatou.

A égua se feriu após bater a pata traseira na porta de um carro em movimento. Ela acompanhava um cavalo quando o acidente aconteceu.

Para proteger o animal e evitar novos acidentes, a SMT foi acionada. “A informação que tivemos foi de que o acidente já tinha acontecido há algumas horas e que o animal estava acompanhado de um cavalo. Eles atravessaram a pista de forma inesperada, ou seja, o motorista não teve culpa”, disse a agente.

Após quase três horas, a égua foi resgatada. Uma equipe do Departamento de Zoonoses, da Secretaria de Saúde de Goiânia, foi ao local e sedou o animal. Após ser levada à sede do órgão, a égua foi encaminhada a uma clínica veterinária graças à ação do protetor de animais Marco Berquó.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

AVANÇO

COMPORTAMENTO

'SAVE RALPH'

ÍNDIA

REVOLTA

AÇÃO SOCIAL

MÉXICO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>