Cavalo ferido se recupera após resgate e santuário arrecada fundos para tratamento


Gandalf no momento do resgate, ao lado do ativista Marcus Paulo Brandão (Divulgação)

Após ser abandonado em São Gonçalo, no Rio de Janeiro, um cavalo ferido e doente foi resgatado pelo grupo “Direct Action EveryWhere DxE RJ” e encaminhado ao Santuário das Fadas. Uma campanha foi realizada para angariar fundos para o transporte do animal até seu novo lar.

Marcus Paulo Mourão, fundador e presidente do DxE RJ, encontrou o cavalo enquanto realizava o resgate da porquinha Lili, que estava vagando pelas ruas do bairro Santa Catarina com um ferimento repleto de larvas. A suspeita é de que a porca tenha sido baleada. Levada ao abrigo da ONG Golias, ela está recebendo os cuidados necessários e respondendo bem ao tratamento.

“Quando eu estava subindo o morro procurando a porca, encontrei o cavalo. Ele estava parado atrás de uma casa, onde tinha uma sombra. Está bastante magro, repleto de carrapatos, com bicheira na orelha e uma bolsa de pus em uma das patas”, relatou o ativista em entrevista à ANDA.

Na última semana, voluntários do DxE RJ foram até São Gonçalo para resgatar o cavalo, que estava abrigado no quintal de um morador da cidade. Com o auxílio da médica veterinária Luciana Melo, os ativistas conseguiram retirar o animal do local em um resgate bastante complicado.

“Tivemos que passar com ele por um espaço aberto, seguido de um muro e, logo depois, andar sentido à rua por um espaço pequeno com uma pequena escada no caminho”, explicou Mourão.

Patrícia Fittipaldi e o cavalo Gandalf (Divulgação)

Assustado e com dor, o cavalo se negou a seguir adiante. Por essa razão, uma corda foi passada na parte traseira do corpo do animal, que foi empurrado, com a devida cautela, por um ativista que se posicionou atrás dele enquanto Mourão e a veterinária puxavam o animal pela frente.

“Ele empinava, fazia força para não entrar no corredor. Mas, com muita insistência de todos, conseguimos”, disse o ativista. “Chegando na rua foi outra luta, pois o cavalo não queria entrar na carreta. Mais uma vez o trabalho de equipe surgiu e conseguimos fazer com que ele entrasse”, completou.

O ativista acompanhou o cavalo até a chegada ao Santuário das Fadas. “A dona do santuário está cuidando muito bem dele”, afirmou.

Fundadora do santuário, Patricia Fittipaldi contou à ANDA que o cavalo, batizado de Gandalf, foi diagnosticado com doença do carrapato e está em tratamento. Infestado de carrapatos, o animal recebeu três banhos carrapaticidas, o que colocou fim à infestação que tanto o incomodava.

Antes de ser resgatado, o cavalo estava com o corpo repleto de carrapatos (Divulgação)

Gandalf foi vermifugado e medicado com antibióticos, além de ter tomado remédios para combater a doença do carrapato. Ao final do tratamento com as medicações, o cavalo foi vacinado.

“Os tratamentos com antibiótico e para doença do carrapato já acabaram, os banhos carrapaticidas também foram concluídos, ele vai continuar tomando apenas o polivitamínico por até dois meses”, explicou Patrícia.

Como Gandalf tem reagido bem ao tratamento, a fundadora do santuário e os veterinários acreditam que ele não corre risco de morte. “Ele está respondendo super bem ao tratamento. Essa doença do carrapato é preocupante, causa uma anemia profunda, mas ele foi medicado, a gente já fez todo o protocolo e ele está reagindo super bem”, concluiu.

Campanha de arrecadação

Para arcar com os custos de alimentação e tratamento de saúde do cavalo, o Santuário das Fadas precisa de ajuda. Sem a colaboração da sociedade, fica impossível manter a qualidade de vida dos animais resgatados.

Além de Gandalf, outros cavalos e bois que vivem na fazenda precisam de doações. Na última terça-feira (18), o santuário iniciou nas redes sociais uma campanha de arrecadação para a compra de silagem, feno e ração.

Na publicação, a instituição reforçou que os animais só são bem tratados graças à contribuição da população. “Amigos, aqui em nosso santuário somos responsáveis por 39 bovinos. Agora, na época da seca, estamos alimentando nossos animais de grande porte exclusivamente com silagem, feno e ração. Nossa silagem acaba amanhã de manhã [quinta-feira, 19]. Precisamos de 2.800 reais pra conseguir comprar 200 sacos de silagem pra durar 15 dias e nos deixar tranquilos por esse tempinho”, diz a postagem.

Interessados em auxiliar os animais, através de doações de qualquer quantia, devem entrar nas redes sociais do santuário para ter acesso às contas bancárias.

Amigos aqui em nosso santuário somos responsáveis por 39 bovinos .
Por mais que postemos vídeos lindos e vcs veem como…

Publicado por Santuário das Fadas em Terça-feira, 18 de agosto de 2020


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

HOLOCAUSTO

INSPIRAÇÃO

CONSCIENTIZAÇÃO

CONSCIENTIZAÇÃO

SOLIDARIEDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>