‘É desesperador’, diz tutor que busca por cão desaparecido após acidente em rodovia


Foto: Arquivo pessoal

Caju, um cachorro sem raça definido que foi adotado após viver em situação de rua, desapareceu depois que o veículo de seus tutores capotou na BR-116, entre Piraquara e Quatro Barras, na Região Metropolitana de Curitiba, no Paraná.

Pedro Arraias e Lurryan Nascimento, tutores do animal, estão desesperados a sua procura. Moradores de São Paulo, eles se hospedaram em um hotel nas proximidades do acidente, de onde afirmam que não sairão sem o cachorro.

A caminhonete da família capotou após ser fechada por um caminhão. Solto no banco traseiro, Caju se assustou, pulou pela janela e fugiu. Desde então, a única informação que os tutores tiveram, através do funcionário da concessionária que administra a rodovia, é de que o cão foi visto correndo na direção de um matagal.

Preto e caramelo, o cachorro tem porte médio para grande e usa uma coleira com plaquinha de identificação. “É desesperador não saber onde ele está. Estamos procurando, procurando”, contou Lurryan, em entrevista ao G1. Informações sobre o paradeiro do animal podem ser repassadas pelo e-mail lurryan@gmail.com.

Com ferimentos leves, Lurryan foi levado ao hospital no dia do acidente, mas já recebeu alta. Apesar de ainda sentir dores no corpo, ele continua procurando por Caju. Pedro se feriu.

Foto: Arquivo pessoal

Um anúncio foi feito nas redes sociais na tentativa de localizar o cachorro que, segundo os tutores, é dócil, mas pode estar assustado por estar perdido. Ele vivia na rua até 2019, quando seguiu Lurryan por quatro horas, o que acabou convencendo-o a adotá-lo.

Solto no banco traseiro ao lado de um dos tutores, Caju foi transportado de maneira irregular. De acordo com o Código Brasileiro de Trânsito, cães e gatos devem usar um cinto de segurança específico – que pode ser adquirido em pet shops – para que fique confortável e seguro.

Os animais também não podem ficar à esquerda do motorista, nem entre os braços e as pernas dele. Caso as regras sejam desobedecidas, pode ser aplicada multa, seguida de três pontos na carteira de habilitação.

Foto: Arquivo pessoal

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CONSCIENTIZAÇÃO

SOLIDARIEDADE

NOVOS LARES

RIO CLARO (SP)

EXTINÇÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>