Primeiro semestre

Queimadas no AM crescem 51,7% e batem recorde dos últimos quatro anos

Foram 496 focos de incêndio florestal nos primeiros seis meses de 2020, ante 327 no mesmo período de 2019

Foto: Corpo de Bombeiros
Foto: Corpo de Bombeirosueima

Dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) revelaram um aumento de 51,7% no número de focos de queimada no Amazonas no primeiro semestre de 2020, em comparação ao mesmo período do ano anterior. As estatísticas alarmantes indicam um recorde em relação aos últimos quatro anos.

Foram 496 focos de incêndio florestal nos primeiros seis meses de 2020, ante 327 no mesmo período de 2019. Em 2018, foram 475 e 250 em 2017.

Predominante no Amazonas, o bioma Amazônia não incendeia de maneira natural, sendo os incêndios sempre provocados por humanos. Em junho, as queimadas na floresta amazônica superaram o registrado nos últimos 13 anos.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

Em entrevista ao G1, o professor titular da Faculdade de Ciências Agrárias da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Henrique dos Santos Pereira afirmou que a situação das queimadas no Amazonas é grave.

“Se esses focos de queimadas estiverem em sua maioria associados à desmatamentos recentes, ilegais, então deveria ser considerado um sinal gravíssimo pois estariam associados a outros crimes ambientais e à expansão da fronteira agropecuária sobre áreas de floresta primária”, disse.

O professor explicou que o amento nas queimadas corresponde, em parte, a uma tentativa de burlar a fiscalização, por conta da antecipação das ações de desmatamento e incêndios florestais para períodos considerados menos críticos e que, por isso, não dispõem de grandes operações.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui