Canadá

Pamela Anderson influencia Justin Trudeau a virar vegano

"Você vai abrir mão de carne e laticínios em sua dieta pessoal? Eu espero que sim. Eu ficaria honrada em ser sua mentora e sugerir algumas das deliciosas comidas veganas orgulhosamente produzidas no Canadá"

Divulgação
Divulgação

A atriz e ativista vegana Pamela Anderson está impulsionando o primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, para o lado vegano e oferecendo seus conhecimentos para ajudá-lo.

Na última semana, Anderson escreveu ao líder canadense uma carta a pedido da organização People for the Treatment Ethical of Animals (Pessoas a favor do Tratamento Ético aos Animais). “Você vai abrir mão de carne e laticínios em sua dieta pessoal? Eu espero que sim. Eu ficaria honrada em ser sua mentora e sugerir algumas das deliciosas comidas veganas orgulhosamente produzidas no Canadá”, escreveu Anderson.

A carta veio depois do recente pronunciamento de Trudeau de que o Canadá investiria $100 milhões na empresa Merit Functional Foods, que desenvolve proteínas vegetais. “Como as pessoas por todo mundo começaram a comer mais comidas vegetarianas estritas, nós temos uma oportunidade de trazer inovação ao Canadá, agricultura canadense e uma chance de criar bons empregos”, disse Trudeau durante o pronunciamento. “Apoiar trabalhadores fazendeiros, criando  bons empregos, levando o Canadá para o sucesso em cenário mundial, essas são as coisas que nosso governo vai sempre ir atrás”.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

Na carta de Anderson, ela elogiou Trudeau por guiar o Canadá na direção certa, especialmente em meio a pandemia, onde os matadouros no mundo todo tem se tornado pontos de casos de Covid-19. “Sensualidade inclui ser engajado no mundo e se importar
com os sentimentos dos outros, e nada é mais sexy do que compaixão. Sua recente decisão de investir outros $100 milhões em nossas indústrias de proteínas vegetais se encaixa nessa descrição e empurra o Canadá para o topo quando se trata de
promover a humanidade e dieta saudável”, Anderson escreveu.

E completou: “Sua responsabilidade não é apenas criar bons empregos para canadenses, mas também ampara inúmeros animas em situação de vida ou morte. Como a Covid-19 tem exposto sérios riscos à saúde relacionados a fazenda fabril e matadouros, o mundo precisa de mais líderes sensíveis como você, que estão dispostos a abraçar soluções mais limpas, compassivas e inteligentes”.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui