Maldade humana

Cordeiro é separado de sua mãe a abandonado à própria sorte

Um cordeirinho bebê fêmea foi salvo por um abrigo de animais após ser separado de sua mãe e covardemente abandonado para morrer. Ele é carinhosamente chamado de Lily e foi acolhido pelo Freedom Hill Sanctuary, no sul da Austrália. O filhote indefeso foi encontrado sangrando e com marcas de perfuração nas costas e na cauda.

Segundo os ativistas que resgataram Lily, ele foi picado por corvos e se escondeu embaixo de um arbusto de lírios, o que inspirou a escolha do seu nome. A fundadora do santuário, Kym Henley, acredita que o pequeno filhote foi abandonado por ter uma deficiência neurológica, que o impede de se alimentar e andar sozinho.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

Ela explica que um veterinário avaliou Lily e explicou que, infelizmente, esse tipo de problema não é incomum, pois muitas ovelhas sofrem com longos trabalhos de parto e não recebem nenhuma assistência médica. Muitos bebês ficam sem oxigênio durante os partos prolongados e nascem com sequelas neurológicas severas.

Além de não conseguir comer e se locomover adequadamente, o pequeno cordeiro também sofre com convulsões. “Lily ainda está conosco e, sob orientação veterinária, estamos fazendo todo o possível para gerenciar sua deficiência”, disse Henley. “Ela não sente dor e é uma garotinha alerta que adora ser abraçada”.

O filhote é tratado com medicamentos homeopáticos, música relaxante, massagens e dor com galhos de lavanda fresca, para estimular a recuperação. Após o resgate de Lily, um outro bebê cordeiro abandonado foi encontrado na mesma região. Ele foi batizado de Ava e acredita-se que seja irmão gêmeo de Lily.

Os dois filhotes foram reunidos e agora terão uma vida segura e repleta de cuidados e amor no Freedom Hill Sanctuary.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui