Crime

Cachorro em situação de rua sobrevive após ser baleado na cabeça

Apesar da agressão sofrida, o cachorro recebeu atendimento veterinário e resistiu aos ferimentos

Foto: Reprodução/TV Anhanguera
Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Um cachorro foi baleado na cabeça em Caturaí, no estado de Goiás, e seu agressor foi preso na última quarta-feira (29). Apesar do ferimento, o animal sobreviveu.

Um revólver e munições foram encontradas com o homem. Os objetos foram apreendidos pela polícia, já que não havia autorização para uso.

O crime cometido contra o cão foi motivado pela morte de animais tutelados pelo homem. Segundo ele, o cachorro teria matado os animais. Por conta de um ato instintivo do cão, o agressor tentou matá-lo.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

O delegado Bruno Costa e Silva afirmou ao G1 que “ele foi autuado em flagrante por posse ilegal de arma de fogo. Vai responder também pelo crime de maus-tratos contra animais. As penas somadas podem chegar até quatro anos de detenção”.

Após ser abordado pela polícia, o agressor disse ter se arrependido. Segundo ele, o disparo foi impensado e realizado num ato de impulso.

Vivendo em situação de rua, o cachorro não tinha tutor e dependia da solidariedade da vizinhança, que o alimentava.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui