Crime ambiental

Polícia resgata galos explorados em rinhas e aplica multa de R$ 1,1 milhão

Oito galos foram encontrados mortos. Os sobreviventes estavam feridos e foram levados para um sítio

Foto: Polícia Ambiental/Divulgação
Foto: Polícia Ambiental/Divulgação

A Polícia Militar Ambiental resgatou 110 galos feridos que eram explorados em rinhas na zona rural de Colorado, no Paraná. A ação policial, realizada no último domingo (26), também salvou galinhas e pássaros. Suspeitos foram multados em R$ 1.134.500 por maus-tratos a animais. Além das aves vivas, oito galos mortos foram encontrados.

O caso foi descoberto graças a uma denúncia anônima. Ao chegar no local, a polícia se deparou com a rinha, que contava com a participação de convidados. Várias pessoas fugiram durante a ação policial e aproximadamente 30 carros foram deixados no local.

Os donos dos veículos também serão multados quando forem buscar seus carros no batalhão, conforme explicou ao G1 o comandante da 3ª Companhia Ambiental Força Verde, Luciano José Buski.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO
Foto: Polícia Ambiental/Divulgação

Apesar dos participantes que fugiram, outras 17 pessoas foram encaminhadas à delegacia. Autuadas por maus-tratos a animais, elas foram multadas e irão responder judicialmente pelo crime.

No sítio, foram encontradas quatro arenas nas quais os galos eram colocados para serem forçados a brigar. Viveiros de madeira, onde as aves eram mantidas em espaço reduzido, também foram descobertos.

Outras vinte aves, além dos galos, foram resgatadas. Os 110 animais explorados nas rinhas foram levados para outro sítio, onde receberão cuidados de uma equipe da Vigilância Sanitária de Colorado.

Explorar animais em rinhas é crime previsto na Lei de Crimes Ambientais, com punição de até um ano de detenção, além de multa. Na região de Colorado, denúncias podem ser feitas através dos telefones (44) 3901-1936 ou 181.

Foto: Polícia Ambiental/Divulgação
Foto: Polícia Ambiental/Divulgação

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui