Campanha de adoção

Policiais buscam novos lares para cachorros que vivem em quartel no Amapá

Os adotantes terão que assinar um termo de responsabilidade ao efetuar a adoção

Foto: Batalhão Ambiental/Divulgação
Foto: Batalhão Ambiental/Divulgação

Policiais iniciaram uma campanha de adoção para cachorros que vivem no quartel do Batalhão Ambiental (BA) de Santana, a 17 km de Macapá, no Amapá. Eles também pedem ajuda para custear a alimentação e a castração dos cães.

A Divisão de Ensino e Programas Sociais do BA é a responsável pela campanha. Membro do grupo, a sargento Elizabeth Trindade explicou que no início do mês três cães foram abandonados no arredores do quartel e que outros surgiram depois. Atualmente, são 12 adultos e 8 filhotes em busca de novos lares.

“Uma cadela teve uma ninhada e a gente tomou a iniciativa de fazer essa campanha, para que as pessoas adotem ou apadrinhem os adultos, que podem colaborar com a gente com a alimentação ou castração. Estamos buscando parceiros que possam dividir o custeio da cirurgia com os policiais. Temos recebido muitas denúncias de abandono de animais durante a pandemia”, comentou Elizabeth, em entrevista ao G1.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

Vermifugados, os filhotes ainda precisam ser vacinados. Os adotantes terão que assinar um termo de responsabilidade ao efetuar a adoção. Através do documento, eles se responsabilizarão pela alimentação, cuidado veterinário e também pela atenção e carinho dos quais os animais necessitam para tem qualidade de vida.

Foto: Batalhão Ambiental/Divulgação

“Antes a gente conversa para que seja uma adoção responsável. Por mais que a pessoa tenha vontade, ela tem que ter consciência da responsabilidade de adotar uma vida. Ela vai ter um custeio com a saúde e alimentação do animal, que também precisa interagir com outros animais; cada um tem uma personalidade diferente”, comentou a sargento.

Apesar de estar abrigando os cachorros, o Batalhão Ambiental não funciona como canil e não recebe animais, atuando exclusivamente no resgate de animais silvestres.

“Com a campanha a gente quer estimular a adoção, para que as pessoas estejam abertas, que possam cuidar de filhotes ou ajudar a cuidar de cães adultos. É importante ressaltar que a pessoa que abandona um animal, dependendo da circunstância, pode ser responsabilizada criminalmente”, ressaltou a sargento.

Para adotar um dos cães, basta entrar em contato com o BA pelo número (96) 99139-9433.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui