Caso inusitado

Após desaparecer, cadela é encontrada em sua antiga casa a 90 km de distância

O tutor da cadela ficou surpreso ao descobrir onde ela estava e conseguiu trazê-la para casa graças a um microchip que guardava os dados de sua família

Foto: KMBC
Foto: KMBC

Uma cadela desapareceu e foi encontrada a cerca de 90 km de distância de sua residência. Cleo, da raça labrador, tem 4 anos de idade e vive no Kansas, nos Estados Unidos. Após fugir, ela foi até sua antiga casa, onde viveu há quase dois anos com sua família atual, na cidade de Lawson, em Missouri.

Novo proprietário do imóvel, Colton Michael chegava do trabalho com sua esposa quando se deparou com a cadela. Em entrevista à CNN, ele afirmou que Cleo estava deitada na varanda da frente “esperando por alguém que aparecesse”.

Apesar de não ter uma coleira, a cadela estava bem tratada e, por isso, Michael desconfiou que ela poderia ter se perdido de casa, já que não tinha o perfil de um cão abandonado. Ele, então, procurou por um microchip. Após encontrá-lo no corpo do animal, Michael conseguiu localizar os dados da família da cadela.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

“Foi quando minha esposa apontou que o sobrenome deles era o mesmo que o dono anterior da casa”, disse Michael.

A família, então, procurou o nome do tutor da cadela nas redes sociais e encontrou uma publicação sobre o desaparecimento de Cleo.

“Disse a ele que encontramos o cachorro dele, mas quando disse onde estávamos, ele ficou meio sem palavras”, lembrou.

Não bastasse a distância entre as casas, outras dificuldades estiveram no caminho de Cleo até sua antiga casa. De acordo com a CNN, é necessário atravessar um rio ou uma ponte com tráfego intenso de automóveis para chegar ao local.

Em entrevista ao canal KMBC, o tutor de Cleo, Drew, comemorou ter encontrado a cadela. “É realmente muito bom encontrá-la. Realmente, ela é tudo para nós”, concluiu.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui