Justiça afasta servidora do Ibama suspeita de envolvimento com tráfico de animais


Naja que picou o estudante para se defender (Foto: Ivan Mattos/Zoológico de Brasília)

A Justiça Federal de Brasília determinou o afastamento de uma servidora do Ibama por suspeita de envolvimento com tráfico de animais silvestres e exóticos.

A investigação concluiu que Adriana da Silva Mascarenhas expediu uma licença de “coleta, captura e transporte” de serpentes exóticas quando era coordenadora do Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas), do Ibama.

O documento foi encontrado na casa do estudante de medicina veterinária Gabriel Ribeiro de Moura, suspeito de abandonar a naja que picou Pedro Henrique Krambeck no dia 7 de julho. Segundo informações do G1, uma caixa com a marca do Cetas também foi apreendida na casa de um dos estudantes investigados.

“Há fortes indícios de seu envolvimento com fatos investigados relacionados à organização de tráfico internacional de animais silvestres, bem como de prática de ato de improbidade na emissão de licenças para transporte de animais”, diz a decisão judicial.

O juiz determinou o afastamento da servidora porque ela tem acesso às dependências do Ibama, “o que pode interferir na apuração dos fatos e no levantamento probatório”.

“A licença expedida pela ré […] demonstra a intenção deliberada da servidora em conceder a licença infringindo norma legal […] o que afasta possível alegação de erro de procedimento”, afirmou o magistrado.

Através da investigação, descobriu-se ainda que Adriana emitiu outras licenças para animais silvestres, incluindo a de um mico-estrela para sua manicure e dois papagaios para uma amiga de seu namorado.

O Ibama afirmou que já afastou Adriana do cargo e que tem colaborado com a polícia. Ainda segundo o órgão, “já está em andamento um processo administrativo disciplinar interno para investigar suposta participação de servidor no caso”.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

__CONFIG_colors_palette__{"active_palette":0,"config":{"colors":{"62516":{"name":"Main Accent","parent":-1}},"gradients":[]},"palettes":[{"name":"Default Palette","value":{"colors":{"62516":{"val":"rgb(255, 255, 255)"}},"gradients":[]}}]}__CONFIG_colors_palette__
DOE AGORA

COMPARTILHE:

Você viu?

DESPEDIDA

RETROCESSO

FINAL FELIZ

CRIMES

ENCALHE

LIVRE DE PRECONCEITOS

CRIME

POLUIÇÃO

EXPLORAÇÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

__CONFIG_colors_palette__{"active_palette":0,"config":{"colors":{"cf6ff":{"name":"Main Color","parent":-1},"73c8d":{"name":"Dark Accent","parent":"cf6ff"}},"gradients":[]},"palettes":[{"name":"Default","value":{"colors":{"cf6ff":{"val":"rgb(243, 243, 243)","hsl":{"h":0,"s":0.01,"l":0.95}},"73c8d":{"val":"rgb(217, 216, 216)","hsl_parent_dependency":{"h":1,"l":0.85,"s":-0.05}}},"gradients":[]}}]}__CONFIG_colors_palette__
OK
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
>