Fotógrafo salva bebê pássaro que caiu do ninho


Foto/Reprodução: Instagram @mikefranzmanphotography

Era só mais um dia normal na vida do fotógrafo norte-americano Mike Franzman, quando ele percebeu que um filhote de pássaro havia caído do ninho e estava frágil e desprotegido, em seu quintal.

Mike aguardou alguns minutos, na esperança de que a mãezinha do passarinho o encontrasse, mas, infelizmente, isso não aconteceu.

Temendo que algum gato ou outro animal selvagem encontrasse o indefeso pássaro, o fotógrafo o resgatou e passou a alimentá-lo com comida de gato amolecida e algumas frutinhas com o uso de uma pequena seringa.

A intenção de Mike era a de cuidar do pequeno pássaro até que ele crescesse e se tornasse forte o suficiente para voar livre na natureza.

Grande foi a surpresa de Mike ao voltar para o seu quintal no dia seguinte e se deparar com outro filhote de pássaro que também precisava de ajuda. Claro que ele também resgatou o animal e se tornou o protetor temporário desses dois pequenos pássaros.

Mike documentou o progresso dos animais e a rotina de cuidados em seu canal no  Youtube. O processo desde o resgate até quando os pássaros se tornaram fortes e saudáveis o suficiente para sobreviverem de volta na natureza é muito sensível e emocionante, e está dividido em seis vídeos no canal de Mike.

O primeiro vídeo fez tanto sucesso que atualmente conta com mais de 600.000 visualizações, somente na plataforma do Youtube.

A história é muito bonita e tem um final feliz, mas caso você encontre uma ave ferida a medida mais correta a ser tomada é a de pedir orientações a quem realmente entenda do assunto.

Segundo o  site da Prefeitura de São Paulo, a medida a ser tomada é a de entrar em contato com o número da Divisão de Fauna Silvestre, que irá informar as medidas mais adequadas no momento.

Caso perceba que não a possibilidade de os animais serem devolvidos ao ninho, como aconteceu no caso dessa matéria, o ideal é encaminhar a ave resgatada para uma instituição capacitada para receber esses animais. Na cidade de São Paulo, essas instituições são o Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS) ou Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS).


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

MAUS-TRATOS

DEBILITADO

DECISÃO JUDICIAL

INSPIRAÇÃO

DENÚNCIA

MUDANÇAS CLIMÁTICAS

RETROCESSO

RESPONSABILIDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>