Governo exonera coordenadora do Inpe após órgão revelar recorde de desmatamento


Foto: Lourival Sant’Anna/ESTADÃO

O governo de Jair Bolsonaro exonerou a coordenadora-geral de Observação da Terra do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), Lubia Vinhas, após o órgão expor um recorde de alertas de desmatamento em junho. A exoneração foi assinada pelo ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, e publicada no Diário Oficial da União nesta segunda-feira (13).

Por conta do desmonte ambiental promovido por Bolsonaro, o Greenpeace afirmou, em nota enviada ao G1, não se surpreender com a demissão da coordenadora-geral do Inpe. Para a ONG de proteção ambiental, a exoneração “dá novamente a entender que o governo é inimigo da verdade”.

“Mas não será escondendo, passando uma maquiagem nos dados ou investindo em propaganda que o governo irá mudar a realidade. E isso acontece por uma razão bem simples: Bolsonaro não quer mudar os rumos da sua política, afinal, a destruição é o seu projeto do governo”, afirma a entidade em comunicado assinado pela porta-voz de Políticas Públicas do Greenpeace, Luiza Lima.

O setor de Observação da Terra, que era coordenado por Lubia Vinhas, tem entre suas atribuições o monitoramento do desmatamento da Amazônia, feito através do sistema de Detecção de Desmatamento em Tempo Real (Deter). Na última semana, o Inpe divulgou que o número de alertas de desmatamento registrado em junho deste ano é o maior desde 2015.

No semestre, foram 3.069,57 km² destruídos na Amazônia, o que representa 25% de aumento em relação aos seis primeiros meses de 2019. Em junho deste ano, a área de alerta registrada pelo Inpe foi de 1.034,4 km².

Os dados do Deter têm o objetivo de orientar as equipes de fiscalização a respeito das áreas onde crimes ambientais podem estar sendo promovidos. Já a taxa oficial de desmatamento, medida por outro sistema do órgão, é divulgada um vez por ano.

Os ministérios do Meio Ambiente e de Ciência e Tecnologia ainda não se pronunciaram a respeito da exoneração executada logo após o anúncio de desmate recorde.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CONSCIENTIZAÇÃO

SOLIDARIEDADE

NOVOS LARES

RIO CLARO (SP)

EXTINÇÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>