Cidade na Índia proíbe consumo de cães e poupa mais de 30 mil animais da morte


Pixabay

A cidade de Nagaland, no nordeste de Índia, anunciou a proibição da venda, importação e consumo de carne cachorro. A decisão foi comemorada pela organização em defesa dos direitos animais Humane Society International (HSI), que afirma que a abolição do consumo de cães salvará a vida de mais de 30 mil cães que eram mortos anualmente. Comer de cachorros na Índia é proibido desde 2011 por meio do Regulamento de Segurança e Padrão de Alimentos (Aditivos e Produtos Alimentares), no entanto, a legislação é pouco aplicada e com frequência são relatados caso de sequestros de cães de casas ou das ruas para serem espancados até a morte para servirem de comida ou serem vendidos.

O ativista Alokparna Sengupta, diretor da HSI Índia, aponta que o anúncio é uma excelente notícia. “O sofrimento de cães em Nagaland há muito tempo sombreia a Índia e, portanto, esta notícia marca um grande ponto de virada no fim da crueldade do comércio de carne oculta da Índia. Nossa própria investigação em Nagaland mostrou que cães aterrorizados foram submetidos a mortes horríveis em algumas das piores desumanidades para animais que a HSI Índia já testemunhou. E os cães que resgatamos desse comércio ao longo dos anos tiveram que aprender a confiar nos humanos novamente após o tratamento cruel que sofreram”, afirma.

Em 2016, a HSI Índia realizou uma campanha expondo o cruel comércio de carne de cachorro no país. A investigação registrada em vídeo documenta matadouros de cachorros em Nagaland. Na última semana, o deputado indiano Maneka Sanjay fez um apelo público pedindo que o governo tome medidas para reprimir e punir aqueles que descumprem a lei e matam ou consomem cães. O anúncio de Sanjey mobilizou mais de 152 mil a escreverem para o governo de Nagaland demonstrando total apoio à proibição e pedindo que a cidade dê um passo a frente para transformar a Índia em um pais mais moderno e civilizado ao se preocupar com os mais indefesos e com a segurança alimentar.

A HSI Índia se voluntariou para ajudar o governo da cidade a implementar mecanismo de conscientização e repressão da prática cruel.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

COMOVENTE

ACIDENTE

Acolhimento

CRUELDADE

FINAL FELIZ

ACIDENTE

DESAPARECIMENTO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>