Amarrados e feridos, galos explorados em rinhas são resgatados


Foto: Redes Sociais/Reprodução

Dois galos amarrados e com ferimentos pelo corpo foram encontrados dentro de um carro, enquanto eram transportados por quatro pessoas, na Rodovia Curua-Una, em Santarém, no oeste do Pará. O crime foi flagrado pela equipe policial da 1ª Companhia Independente de Policiamento Ambiental (1ª Cipam) durante ronda na noite de sábado (4).

A ação policial foi acompanhada por membros da Comissão de Defesa dos Animais da Ordem dos Advogados do Brasil Subseção Santarém.

Em entrevista ao G1, a Comissão informou que foram encontrados no carro sete bicos de aço, duas agulhas côncavas, quatro esporas artificiais, aparelhos celulares e a quantia de mil novecentos e cinquenta reais, provavelmente oriundo de apostas em rinhas nas quais os galos eram explorados.

Os objetos estavam dentro do porta-malas. A Comissão revelou ainda que os ocupantes do veículo foram detidos e levados para Seccional de Polícia Civil após confessarem a participação em uma rinha.

O advogado Wilmar Freire, presidente da Comissão, esteve presente durante todo o procedimento policial.

“Eles foram abordados na via e confessaram que estavam em um sítio realizando a rinha, mas não quiseram falar o local e os policiais levaram-os para a delegacia onde fomos acionados para acompanhar o procedimento”, contou Wilmar.

Após serem autuados, os homens pagaram fiança e foram liberados. Eles devem responder por crime ambiental.

Os dois galos foram resgatados e encaminhados para o Centro de Controle de Zoonoses (CZZ), que ficou responsável por oferecer às aves os cuidados necessários.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

POLÍTICA PÚBLICA

RECOMEÇO

BANALIZAÇÃO

CAZAQUISTÃO

DESMATAMENTO

BARBÁRIE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>