Zoo ameaça matar animais caso governo britânico não ajude com recursos


Pixabay/Imagem Ilustrativa

Após o zoológico Living Coasts, localizado no condado de Devon, no Reino Unido, anunciar que poderia matar os animais por não ter recursos para mantê-los – e depois voltar atrás ao encontrar outros zoos dispostos a recebê-los -, mais um zoológico está cogitando tirar a vida de animais que há anos são explorados para entretenimento humano.

O Twycross Zoo, localizado em Leicestershire, na Inglaterra, afirmou que poderá matar os animais caso o governo britânico não acate seu pedido de ajuda financeira. Segundo o estabelecimento, não é possível enviar os animais a outros zoológicos porque todos estão enfrentando dificuldades por conta da crise do coronavírus.

O zoo fez um apelo ao Parlamento Britânico, direcionado a uma comissão responsável por auxiliar zoológicos e aquários. Fechado durante 90 dias, o local se sustentou com reservas financeiras, que chegaram ao fim.

O plano econômico do governo serviu para pagar funcionários licenciados, mas não foi suficiente para manter o zoológico, que, fechado, tem gasto mensal de 650 mil libras (cerca de R$ 4,4 milhões) e aberto precisa de 950 mil libras (cerca de R$ 6,4 milhões) para passar o mês. O programa do governo no qual o zoo se inscreveu oferece ajuda máxima de apenas 100 mil libras (cerca de R$ 677 mil).

Ao tentar se inscrever em um novo pacote governamental, o estabelecimento teve a solicitação negada por conta de seu tamanho. O zoo, que voltou a funcionar atendendo regras de distanciamento social, precisa de 11,5 milhões de libras (cerca de R$ 77 milhões).

Na internet, uma campanha de arrecadação de recursos foi criada pelo estabelecimento, mas apenas 200 mil libras (cerca de R$ 1,35 milhão) foram arrecadas até o momento.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

HOLOCAUSTO

INSPIRAÇÃO

CONSCIENTIZAÇÃO

CONSCIENTIZAÇÃO

SOLIDARIEDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>