Maus-tratos

Em ato cruel, criminosos escondem drogas e equipamentos de celular dentro de pombo

A ave foi encontrada dentro de um presídio. Um exame de raio-x expôs os objetos contidos dentro do animal

Reprodução/MabelAmber/Pixabay/Imagem Ilustrativa
Reprodução/MabelAmber/Pixabay/Imagem Ilustrativa

Um pombo foi submetido à crueldade por criminosos que esconderam drogas e equipamentos de celular dentro do animal. O ato brutal foi descoberto quando policiais encontraram a ave dentro do presídio de Ituiutaba, em Minas Gerais. Não foi informado se o pombo está vivo ou morto.

Na manhã da última segunda-feira (1º), policiais ficaram desconfiados ao verem o animal dentro da unidade prisional e o levaram até uma máquina de raio-x. O procedimento revelou a presença de 13 porções de maconha, uma pomada, um carregador de celular e um fone de ouvido dentro da ave.

Os objetos foram apreendidos e encaminhados à Delegacia da Polícia Civil de Ituiutaba. O caso está sem investigado através de um procedimento interno que visa apurar o que de fato aconteceu.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO
Objetos encontrados dentro do pombo (Foto: Sejusp/ Divulgação)

“Os policiais penais são orientados a agir com atenção redobrada e monitoramento constante para tentar impedir até mesmo as formas mais criativas de inserções de ilícitos dentro do presídio”, explicou o diretor-geral da unidade, Félix Neto.

Não se sabe quem são os responsáveis por submeter a ave a tamanha crueldade.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui