Crueldade

Carne de ursos mortos por caçadores é vendida em restaurante na Albânia

Os ursos, protegidos por lei na Albânia, são mortos ilegalmente para terem sua carne comercializada

Pixaba/Pixel-mixer/Imagem Ilustrativa
Pixaba/Pixel-mixer/Imagem Ilustrativa

Ursos estão sendo mortos na Albânia para consumo humano. Uma reportagem do jornal britânico The Independent apontou que a carne desses animais está sendo vendida em um restaurante do país. A caça é feita de maneira ilegal.

Além dos ursos, macacos e aves de rapina são vendidos na Albânia por meio da internet. O comércio, descoberto pela ONG de proteção animal Four Paws, tem como clientes hotéis e restaurantes, além de pessoas que compram os animais para exibi-los como símbolo de status.

Enquanto os estabelecimentos comerciais incluem nos cardápios pratos feitos, de maneira ilegal, com a carne desses animais, quem os compra para mantê-los em cativeiro os aprisiona em jaulas, condenando-os a uma vida miserável. Há restaurantes, no entanto, que também os enjaula para entretenimento humano.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

Os ursos, que assim como outras espécies são protegidas por lei na Albânia, são vendidos em sites. Os anúncios mostram fotos dos animais com a boca fechada com cola ou com as patas acorrentadas.

Cada filhote de urso costuma ser comercializado por 500 euros – aproximadamente R$ 3 mil. Esse é o preço cobrado para condenar esses animais a situações de extremo sofrimento.

Reprodução/Maire Claire

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui