Animal perdido

Cão adotado por família Bolsonaro tem tutor e retornará para casa

O cachorro foi adotado por Jair Bolsonaro e pela primeira-dama Michelle após ser encontrado nos fundos do Palácio do Planalto

Reprodução
Reprodução

Augusto, o cachorro que foi recentemente adotado pela família Bolsonaro, tem tutor e retornará para sua casa.

O caso foi divulgado pelo blog Sonar, do jornal O Globo, que revelou que o cachorro, da raça pastor-maremano, estava de coleira, nos fundos do Palácio do Planalto, quando foi resgatado, em 18 de junho. No dia seguinte, ele passou a viver com Jair Bolsonaro e a primeira-dama, Michelle.

No período em que esteve com a família presidencial, o cachorro ganhou uma conta própria no Instagram, onde acumulou mais de 5 mil seguidores. A popularidade do cão na internet permitiu que o tutor do animal o identificasse.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

Antes de ser adotado por Bolsonaro e Michelle, o cachorro foi deixado em um lar temporário. Na época, o caso foi divulgado nas redes sociais na intenção de descobrir se o animal tinha tutor, mas sem sucesso.

Através das redes sociais, a primeira-dama afirmou que vai sentir saudade do cão.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui