Força verde

Atleta transforma completamente o seu físico após adotar dieta vegetariana estrita

Plant Based News
Plant Based News

Uma das nove finalistas do Ironman, uma modalidade de Triatlo, revelou que transformou sua forma física e sua saúde após adotar uma dieta vegetariana estrita, totalmente livre de alimentos de origem animal. Veronica Mailer, 56 anos, mora em Austin, Texas, e era vegetariana há anos. Ela adotou a filosofia vegana da noite para o dia por razões éticas, depois de ver um vídeo sobre direitos animais.

Ela afirma que a transição alimentar foi fácil e não teve dificuldades em encontrar alternativas livres de ingredientes de origem animal. Mailer acredita que teve muitos benefícios na saúde graças ao veganismo. A atleta aponta que nunca mais sofreu de congestão nasal, alergias e passou a ter mais fôlego e energia para correr e nadar. Ela nunca mais precisou tomar remédios.

Mailer disse ainda que um dos motivos que a motivou a buscar um estilo de vida mais compassivo e saudável, foi perceber que estava envelhecendo e se continuasse comendo carne, talvez tivesse que abandonar o esporte, algo impensável para a atleta. “você precisa saber exatamente quando comer, quanto comer, o que comer, para obter o melhor retorno possível para seus músculos”, disse.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO
Plant Based News

Ela contou também que antes de adotar uma dieta vegetariana estrita, seus treinadores a aconselhavam a abandonar o consumo de laticínios três semanas antes de todas as corridas, pois isso traria um impacto positivo em seu desempenho. “Às vezes, eu quase acho, que os laticínios são um problema maior do que a carne, no que diz respeito às articulações, ligamentos, tecido conjuntivo”, aponta.

Mailer acrescenta ainda que ela consegue todas as proteínas através de alimentos de origem vegetal e isso só lhe trouxe benefícios. “Não sei qual é a palavra, mas me sinto mais rápida. Minha cadência, minha rotatividade quando estou correndo é muito mais rápida. Minha força é muito mais forte, muito mais forte do que era antes. E isso é ótimo”, concluiu.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui