Pandemia

Novo surto de coronavírus na China pode estar relacionado à exploração animal

O vírus foi encontrado em uma tábua usada para cortar salmão em um mercado de Pequim

Adrian Bradshae /EFE-EPA - 25.03.2011
Adrian Bradshae /EFE-EPA – 25.03.2011

A cidade de Pequim, na China, registrou um novo surto de coronavírus que teve início no principal mercado de distribuição de produtos usados na alimentação dos chineses, incluindo itens de origem animal. Inspeções realizadas no local, que foi fechado, detectaram o vírus em uma tábua usada para cortar salmão.

O caso, divulgado no último sábado (13), serve como mais um alerta em relação às consequências da exploração animal e sua ligação com pandemias. O receio é que uma nova onda de Covid-19 tenha início.

Inicialmente, quatro casos de pessoas que estiveram no mercado de Xinfadi, no distrito de Fengtai, foram identificados. Por precaução, iniciou-se um processo de testagem dos mais de 10 mil funcionários e fornecedores do local. Pessoas que visitaram o estabelecimento desde o dia 30 de maio também passaram a ser monitoradas. As informações são da agência de notícias EFE.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

Com os primeiros 517 testes realizados, mais 46 casos assintomáticos foram registrados. Por isso, o centro de distribuição foi fechado e 11 comunidades habitacionais localizadas nas proximidades foram isoladas. A imprensa local informou ainda que produtos vendidos no mercado, como legumes, frutas e camarões, não foram coletados para que possam ser submetidos à análise que apontará se estão contaminados pelos vírus.

A tábua em que o coronavírus foi identificado era usada por um fornecedor de salmão importado, segundo o chefe do mercado, Zhang Yuxi. O salmão veio do mercado de peixes Jingshen, também no distrito de Fengtai. O estabelecimento e outros quatro centros de distribuição de alimentos foram fechados.

Por conta da possível relação entre o salmão e a doença, os supermercados de Pequim e grandes lojas do setor, como Carrefour e Walmart, decidiram parar de vender salmão, especialmente o que é importado da Noruega.

O primeiro surto de coronavírus registrado na China, que deu origem à pandemia mundial, surgiu em um mercado em Wuhan que vende animais silvestres vivos e mortos.

O resultado dos testes realizados nos funcionários do mercado de Xinfadi irá determinar se o local abrirá ou permanecerá fechado, segundo Zhang. O método será o mesmo em relação a outros cinco mercados fechados no último sábado (13).

Exploração animal

O biólogo Frank Alarcón fez um alerta, através do vídeo “COVID-19: Uma zoonose anunciada”, publicado no YouTube (confira abaixo), sobre a relação entre a doença e a exploração dos animais.

“Uma nova zoonose surge quando um patógeno para uma especie definida encontra condições biológicas perfeitas para saltar até uma outra espécie. Neste novo hospedeiro, o patógeno poderá encontrar um ambiente bioquímico ótimo que lhe permitirá invadir e utilizar-se das engrenagens moleculares das células infectadas”, explica o biólogo.

“A criação de animais para qualquer fim cria condições artificiais muito propícias para imenso estresse fisiológico e psíquico de animais aglomerados e confinados, grande insalubridade dos trabalhadores que manuseiam esses animais, favorecimento de contato íntimo e profundo de animais aprisionados a organismos que eles jamais encontrariam em circunstâncias naturais. Nos mercados, nas fazendas, nos frigoríficos, tanques, aquários, zoológicos, exposições, animais são reunidos e apinhados em grande número. Todos esses animais encontram-se estressados, doentes, morrendo ou já mortos, sendo muitas vezes misturados indiscriminadamente”, completa.

Confira o vídeo:


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui