Sobe para 298 o número de macacos mortos por febre amarela no Paraná


(Foto: Peter Schoen/Flickr/Ilustrativa)bugio

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) do Paraná divulgou, na última quarta-feira (10), um boletim que revela um aumento no número de mortes de macacos por febre amarela no estado. Já são 298 vidas perdidas.

O boletim atualizado registra 9 novas mortes de animais pela doença e leva em consideração dados do ano epidemiológico, iniciado em julho de 2019.

Não há mortes de humanos pela doença no estado, segundo a Sesa. Os macacos, no entanto, seguem morrendo. Os últimos casos foram registrados em Porto Vitória, com 4 mortes; União da Vitória, com dois macacos mortos; Cruz Machado, Biturana e Mangueirinha, com uma morte cada.

A circulação do vírus foi registrada pela primeira vez, segundo a Sesa, na região de Pato Branco, no município de Mangueirinha.

A pasta reforçou que os macacos não são transmissores da doença e que a morte deles indica que o vírus está circulando em uma determinada região. A transmissão, no entanto, é feita através de um mosquito.

Há quem, por ignorância e maldade, agrida e tire a vida de macacos por temer a doença. A espécie, porém, é vítima da febre amarela tanto quanto os humanos. Maltratar e matar macacos por conta da febre amarela configura crime ambiental, passível de detenção de até um ano, além de multa.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

INSTINTO

VIDA NA RUA

RESPEITO E AFETO

FINAL FELIZ

TRISTEZA

PUNIÇÃO

MAUS-TRATOS

SEGUNDA CHANCE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>