Toninha morta é encontrada enrolada em rede de pesca no litoral de SP


Foto: Arquivo Pessoal

Uma toninha, espécie de golfinho, foi encontrada morta na orla da Praia do Indaiá, em Bertioga, no litoral de São Paulo. Com pedaços de rede de pesca enrolados na região da boca, o animal marinho foi encontrado por moradores da cidade.

Um morador relatou ao G1, sem se identificar, que encontrou a toninha no domingo (7) envolta por urubus. Ele disse ter espantado as aves e se aproximado para observar o golfinho, foi quando percebeu que havia uma rede de pesca enrolada no animal.

Cerca de duas horas depois, o homem retornou à praia e percebeu que a toninha permanecia na faixa de areia. Ele, então, acionou o Instituto Gremar.

Equipes de fiscalização foram enviadas ao local, mas quando chegaram à praia não encontraram a toninha.

O Gremar informou que a espécie está ameaçada de extinção, especialmente por conta da poluição dos oceanos – que mata toninhas que confundem lixo com alimento – e da pesca, que tira a vida desses animais ao prendê-los nas redes.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CONSERVAÇÃO

MUDANÇAS CLIMÁTICAS

MAUS-TRATOS

HABITATS DESTRUÍDOS

OMISSÃO

ECONOMIA CIRCULAR

DEDICAÇÃO

TECONOLOGIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>