Galos explorados em rinhas são encontrados feridos dentro de gaiolas


Foto: Divulgação/PM-AM

O Batalhão Ambiental da Polícia Militar (PM) de Manaus, no Amazonas, resgatou 35 galos explorados em rinhas no último domingo (7). Um homem foi detido.

Feridos, os animais eram mantidos presos em pequenas gaiolas e apresentavam sinais de maus-tratos. O caso foi descoberto graças a denúncias.

Os ferimentos encontrados nas aves são característicos de rinhas. Apetrechos usados para explorar os animais nas brigas também foram encontrados, além de medicamentos utilizados para garantir a sobrevivência dos animais para continuar explorando-os.

O tutor dos galos foi levado ao 6º Distrito Integrado de Polícia (DIP) para dar mais informações sobre o caso às autoridades.

Conforme explicou ao G1 o Batalhão Ambiental, maltratar animais é crime previsto na Leis de Crimes Ambientais, passível de detenção de até um ano, além de multa.

Em Manaus, denúncias podem ser feitas ao Disque-Denúncia do Batalhão através do telefone (92) 98842-1553.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

DESMATAMENTO

BARBÁRIE

PRESSÃO INTERNACIONAL

INVOLUÇÃO

UNIÃO

PREVENÇÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>