Sem as vísceras, corpos de macacos em decomposição são encontrados em praça


Foto: Reprodução/TV AnhangueraDois macacos foram encontrados mortos em uma praça em Itumbiara, cidade localizada na região sul de Goiás. Os animais estavam em estado avançado de decomposição.

Os corpos foram retirados do local por um técnico. O profissional soube do primeiro macaco morto por conta da denúncia de um morador. Enquanto retirava o corpo do animal, encontrou o segundo macaco.

Os animais, que estavam na Praça São Sebastião, no Setor Central, são da espécie Callithrix. Eles foram encontrados sem as vísceras, segundo a bióloga e diretora da Unidade de Vigilância de Zoonoses (UVZ), Fernanda Camargo.

Fernanda explicou ao G1 que o estado avançado de decomposição dos corpos impede que a causa da morte seja identificada.

“Os corpos estavam sem as vísceras, o que impossibilita que um possível vírus seja isolado. Por isso, pedimos que, assim que animais mortos forem encontrados, a população entre em contato com a zoonoses, pelo telefone (64) 99239-4111, para que possamos, o quanto antes, tentar identificar o que pode ter causado a morte”, disse.

A profissional reforçou, no entanto, que a população não deve se preocupar com a possibilidade das mortes terem sido causadas por febre amarela. Isso porque a doença está controlada no município há 5 anos.

É importante lembrar também que os macacos não transmitem a febre amarela – que é transmitida por um mosquito – e que agredi-los e matá-los por medo da doença configura crime ambiental, passível de detenção de até um ano, além de multa.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

PUNIÇÃO

MAUS-TRATOS

SEGUNDA CHANCE

CENSURA

DESPERTAR

PROTEÇÃO

HOLOCAUSTO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>