Novo regulamento de Trump permitirá a caça de ursos e lobos

Bruna Araujo
June 1, 2020

Pixabay

A administração Trump está finalizando regulamentos que permitirão que caçadores atirarem em ursos e lobos, incluindo seus filhotes enquanto eles estão em seus abrigos na reserva nacional do Alasca.

O Serviço Nacional de Parques está revertendo regulamentos escritos durante a administração Barack Obama, que proibiu uma das práticas mais criticadas como a caça de animais selvagens, incluindo atrair ursos com alimentos do tipo rosquinhas.

Jesse Prentice-Dunn, diretor de políticas do Centro de Prioridades Ocidentais, chamou a mudança de “espantosamente cruel” e diz que foi “o mais recente de uma série de esforços para reduzir a proteção da vida selvagem americana do comando de empresas de petróleo e caçadores de troféus”.

O diretor do Serviço de Parques, David Vela, diz que a mudança seria “mais alinhada com os regulamentos de caça e aprisionamento estabelecidos pelo estado do Alasca”.

Espera-se que o regulamento seja formalmente publicado essa semana. As leis do Alasca ainda se aplicariam. O estado geralmente proibi a caça de filhotes de urso, mas permite algumas exceções na região interiorana do estado.

O senador do Alasca, Dan Sullivan, do partido Republicano, diz que a revisão era necessária “não apenas por uma questão de princípios, mas por uma questão de direitos do estado”. A união tribal, Tanana Chiefs Conference, diz que o regulamento de Obama foi implementado sem uma consulta adequada da tribo, desconsiderando a dependência rural do Alasca de fontes de comidas frescas da natureza, ameaçando “as práticas de gerenciamento sustentável de séculos.”

Peter Christian, porta-voz do Serviço de Parques do Alasca, contou ao Anchorage Daily News que as mudanças permitirão caçadores atrair ursos-negros, incluindo filhotes e fêmeas com filhotes, para fora de seus abrigos com luzes artificiais; o uso de iscas para atrair ursos negros e pardos; a caça de lobos e coiotes durante temporada de hibernação e a caça a barco de renas enquanto estão nadando.

“Estas práticas de caça seriam permitidas nas reservas nacionais que são autorizadas pelo estado do Alasca”, diz Christian.

A administração de Obama diz que as regras eram necessárias para evitar a redução artificial da população de predadores do Alasca e a desestabilização de seu ecossistema.

O Departamento do Interior de Trump buscou expandir o acesso a terras públicas para caçadores e empresas de combustível fóssil consistentemente. No último mês, propôs a expansão do acesso da caça e pesca públicas por mais de 2.3 milhões de acres em 97 refúgios nacionais de vida selvagem e nove incubatórios nacionais de peixes.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 


Você viu?

Em busca de companhias,

Fonte: g1.globo.com Uma das

Pixabay Aproximadamente 50 ativistas

Grupo de guardas ambientais

Foto: Reprodução Youtube /

Reprodução/Instagram/@osindefesos Três cachorros tiveram

The Dodo Onyx e

Foto: Reprodução/GRAD A destruição

Foto: Pixabay A tradição

Notícias | Você é o repórter | Histórias felizes | De olho no planeta


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

__CONFIG_colors_palette__{"active_palette":0,"config":{"colors":{"cf6ff":{"name":"Main Color","parent":-1},"73c8d":{"name":"Dark Accent","parent":"cf6ff"}},"gradients":[]},"palettes":[{"name":"Default","value":{"colors":{"cf6ff":{"val":"rgb(243, 243, 243)","hsl":{"h":0,"s":0.01,"l":0.95}},"73c8d":{"val":"rgb(217, 216, 216)","hsl_parent_dependency":{"h":1,"l":0.85,"s":-0.05}}},"gradients":[]}}]}__CONFIG_colors_palette__
OK
>