Paraplegia

Onça-parda é sacrificada após ser atropelada e sofrer lesão grave na coluna

Veterinários optaram pelo sacrifício porque o quadro de saúde da onça-parda era irreversível

Foto: Polícia Rodoviária/Divulgação
Foto: Polícia Rodoviária/Divulgação

Uma onça-parda resgatada após um atropelamento foi sacrificada após ser diagnosticada com uma lesão grave na coluna que a impediria de voltar a se movimentar.

O animal silvestre foi atropelado na Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-225), em Bauru, no interior do estado de São Paulo. A decisão de sacrificar a onça foi divulgada nesta quinta-feira (14).

Jovem, a onça-parda tinha entre 1,5 e dois anos de idade. No momento do resgate, foi identificada apenas uma fratura em uma de suas patas. Após consulta veterinária, foram observadas escoriações pelo corpo, cortes na língua e uma possível fratura na coluna.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

A lesão grave na coluna, com rompimento completo da medula espinhal, foi confirmada por exames de raio X realizados no Centro de Medicina e Pesquisa em Animais Selvagens (Cempas) da Faculdade de Medicina Veterinária da Unesp de Botucatu.

Foto: Zoológico de Bauru/Instagram

Os veterinários Heloísa Coppini de Lima e Eduardo Burgarelli Mayrink Cardoso informaram ao G1 que o quadro de saúde da onça-parda era irreversível e que ela nunca mais conseguiria movimentar as pernas, urinar e defecar sozinha.

Diante da gravidade do caso e do sofrimento vivenciado pelo animal, os veterinários optaram pelo sacrifício.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


1 COMENTÁRIO

  1. Pobrezinha!
    Vivemos em um país de boçais onde matar está na ordem do dia.
    Torço para que essa pandemia extermine toda a nossa espécie que nada vale, para que as outras possam viver em paz.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui