Filantropia

Leonardo DiCaprio faz doação milionária para Parque Virunga

Divulgação
Divulgação

O ator e ativista em defesa do meio ambiente Leonardo DiCaprio anunciou que apoiará o Parque Nacional de Virunga, vítima de um terrível ataque que custou a morte de 12 guardas florestais em abril. O local precisa de US$ 2 milhões (cerca de R$ 11 milhões) para investir em medidas de segurança para a proteção dos gorilas-da-montanha, espécie criticamente ameaçada de extinção, e oferecer suporte aos guardas e aos familiares dos membros da equipe que foram mortos.

A celebridade informou em seu Instagram que está doando para o Fundo Virunga através de sua organização, a Earth Alliance. O ator lembrou ainda que grandes primatas são suscetíveis a doenças que também afetam seres humanos. “O futuro de Virunga está em jogo, pois lida com os impactos do Ébola e da Covid-19, e agora com esse ataque recente”, disse DiCaoprio. A campanha conta ainda com o apoio da Emerson Collective, da Global Wildlife Conservation e da Comissão Européia.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Virunga National Park is one of the most biologically diverse areas on the planet and home to the critically endangered mountain gorilla. Three weeks ago, twelve park rangers and their driver tragically lost their lives protecting civilians from an armed attack by a militia group. The future of Virunga hangs in the balance as it deals with the impacts of Ebola and COVID-19, and now this recent attack. Today, with the help of @EarthAlliance, @EmersonCollective and @Global_Wildlife_Conservation, along with support from @europeaid and @VirungaNationalPark, we announced the Virunga Fund, with $2 million in seed funding. If you can, please join me in supporting the fund today. Please see the link in my bio.

Uma publicação compartilhada por Leonardo DiCaprio (@leonardodicaprio) em

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

Um incrível santuário

O Parque Nacional de Virunga fica localizado na República Democrática do Congo, é o mais antigo da África, ocupando uma área de 7.800 quilômetros quadrados. Foi fundado em 1925 por autoridades coloniais belgas e é considerado o primeiro parque nacional da África, declarado Patrimônio Mundial da UNESCO desde 1979.

O parque é repetidamente vítima de ataques. Em 2018, ele foi fechado para turistas por oito meses após uma série de ataques a guardas florestais e outros funcionários. Medidas de segurança foram reforçadas e cerca de 700 guardas foram adicionados à equipe para manter os animais e visitantes em segurança.

Virunga é conhecido por ser um dos projetos de conservação mais perigosos do mundo e enfrenta diversas ameaças como mineração de carvão, caça e milícias. Em 1997 o parque foi fortemente atingido por uma guerra civil. A população de gorilas das montanhas de Virunga caiu para 300. Desde então, aumentou para mais de 1.000, e o número de outros animais, como os elefantes da floresta, também está aumentando.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui