Acidente

Cachorro é resgatado por moradores após cair no mar em Santos (SP)

O cachorro, conhecido no local por sempre "passear na balsa", caiu da embarcação

Foto: Reprodução/ Geisa Batista
Foto: Reprodução/ Geisa Batista

Um cachorro foi resgatado por moradores da cidade de Santos, no litoral de São Paulo, após cair no mar. O acidente aconteceu durante um “passeio de balsa”.

A terapeuta Geisa Fernanda Batista, de 43 anos, auxiliou o resgate. “Passava de bicicleta junto com meu marido e o personal nesta sexta-feira (22), quando escutei muitos latidos de cachorro. Cheguei perto e vi uma funcionária tentando ajudá-lo”, afirmou Geisa, em entrevista concedida ao G1 no último domingo (24).

O animal é conhecido no local por, segundo Geisa, sempre “passear na balsa”. No dia do acidente, ele caiu no mar antes da embarcação parar.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

Após acionar o Corpo de Bombeiros, a moradora se uniu ao seu marido, ao personal, a uma funcionária e a outro morador para salvar o animal.

“Falei para meu marido: ‘não vou sair daqui enquanto não tirar o cachorro’. O bombeiro tinha sido acionado, mas tem muitos chamados, e nós podíamos fazer algo. Ficamos pensando em formas de tirar ele de lá”, explicou.

O grupo temia entrar no mar porque a água é bastante contaminada e muitos insetos foram vistos no local. Foi então que os moradores tiveram a ideia de colocar uma tábua de madeira próxima ao animal, para que ele subisse e não fosse para a área de maior profundidade. Em seguida, laçaram o animal e o puxaram para fora do mar.

“Comentaram que conheciam ele, muita gente sabe quem é de vista”, disse Geisa. Após o resgate, o animal saiu andando e foi embora. “Ele parecia conhecer o caminho, é bem cuidado, tem coleira, o pelo aparado. Só não consegui encontrar o tutor ainda”, revelou.

Um vídeo feito pela moradora foi divulgado nas redes sociais para, segundo ela, inspirar os internautas a ajudar animais em situação de risco. “Que outras pessoas façam o bem também, e isso é de graça. Em meio a tantas coisas ruins, é bom que apareçam também coisas boas”, concluiu.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui