‘Só eu sei a minha dor’, diz tutor de cachorro morto a tiros pela polícia


Reprodução/Manaus Alerta

Charles vivia há sete anos com a família de Alex Sanderson em Manaus, no Amazonas. No último domingo (24), o cachorro teve sua vida tirada por policiais, deixando apenas saudade. “Só eu sei a minha dor”, afirmou o tutor do animal, que agora vive o luto pela perda de seu companheiro.

O crime aconteceu por volta das 23h40. Alex, de 24 anos, dormia quando ouviu o barulho dos tiros. Ao sair no quintal, deparou-se com dois policiais. Seu cachorro, na casinha onde dormia, estava baleado.

”Me levanto assustado pensando ”meu Deus! Esses tiros são dentro de casa?” e quando saio me deparo com dois policiais olhando um pra cara do outro dentro do meu quintal. Questionei o que eles estavam fazendo ali, mas eles disseram que estavam atrás de droga. Quando vi, meu cachorro estava baleado dentro da casinha dele”, contou Alex, em entrevista ao portal Manaus Alerta.

”Eles entraram e nem conseguiram sair, ficaram lá sem saber como iam pular o muro de volta, tivemos que abrir a porta da frente pra eles saírem. Mas sabe… Se estavam atrás de alguém, por que não bateram na porta?”, completou.

Alex disse ainda que, ao fazer questionamentos sobre os tiros, os policiais debocharam da situação. ”Eles ficaram tirando onda – entra pra tua casa, trabalhador! – Ficaram com piadinhas. Foi quando eu entrei, amarrei meu cachorro em um pano e fui pedir ajuda dos vizinhos para levá-lo ao veterinário. Só eu sei a minha dor!”, contou.

Apesar de ter sido socorrido e levado a uma clínica veterinária, o cachorro não resistiu a uma cirurgia e morreu durante a madrugada. Uma das balas acertou a veia jugular e outra atingiu a costela, dilacerando o pulmão.

O cachorro era tratado como um membro da família e está fazendo falta na casa, onde Alex vive com os pais, que são idosos. ”Ele era muito agitado, muito brincalhão, gostava muito de pular na gente. É uma dor muito grande! Não ouvi nem ele latir”, lamentou.

O caso foi denunciado através de um boletim de ocorrência registrado em uma delegacia da cidade. Em nota, a PM-AM informou que o caso está sob investigação.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CHINA

FINAL FELIZ

POLUIÇÃO

COMPAIXÃO

VIOLÊNCIA

PESQUISA

APELO

RECOMEÇO

BARBÁRIE

SEGUNDA CHANCE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>