Abandonado na neve, cão espera durante dois meses por tutor que o deixou


Foto: Reprodução/Siberian Times

Covardemente abandonado na neve, um cachorro passou frio durante dois meses enquanto aguardava pelo retorno de seu tutor. Ele acreditava que quem o deixou para trás retornaria para buscá-lo e, por isso, negou-se a sair do local. O caso aconteceu na Rússia.

O tutor do animal viajou em uma navio que saiu do porto de Magadan, às margens do Mar de Okhotsk, e deixou o cão no local. Pessoas que se solidarizaram com o sofrimento do cachorro o alimentaram durante os 60 dias.

Após tanto sofrimento, o animal foi resgatado, segundo informações acordo do “Siberian Times”, por um grupo de proteção animal. Para conseguir retirar o cachorro do local, foi necessário sedá-lo.

Ao acordar no abrigo, o animal ficou agitado e tentou fugir, demonstrando vontade de retornar para o local do abandono, ainda na esperança de reencontrar seu tutor. No entanto, aos poucos, ele foi acalmado.

Foto: Reprodução/Siberian Times

“O cão estava vivendo no limite do gelo com o mar por dois meses, recusando-se a sair dali”, afirmou um porta-voz do grupo responsável pelo resgate.

Após ser resgatado, o animal recebeu o nome de Hachiko, em homagem ao cachorro japonês que esperou pelo tutor, no mesmo ponto, durante nove anos. A história comovente tornou-se um filme estrelado pelo ator Richard Gere.

No entanto, a vida reservava um final feliz para o Hachiko russo, que não só encontrou uma nova família, como recebeu um novo nome: Chernysh (Pretinho, em tradução livre).


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

FLORIANÓPOLIS (SC)

INOVAÇÃO

AMOR

ESTUDO

ÁFRICA DO SUL

CÂNCER DE PELE

CONSERVAÇÃO

MUDANÇAS CLIMÁTICAS

MAUS-TRATOS


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>