Havaí

Porco é assassinado com cinco tiros na cabeça em matadouro

O animal permaneceu vivo e agonizando durante os 4 primeiros disparos, apenas após o quinto tiro efetuado pelo assassino é que o porco morreu.

Foto: Pixabay
Foto: Pixabay

A People for the Ethical Treatment of Animals (PETA) recebeu uma denúncia na última segunda, 30, do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos, que relatava um ato de tortura contra um porco no matadouro Sanchez, em Kapa’a, no Havaí. Segundo a denúncia, um homem que trabalhava no local atirou cinco vezes na cabeça do animal, que agonizou durante vários minutos até morrer.

De acordo com o relato, o porco permaneceu vivo durante os quatro primeiros disparos, agonizando e chorando. Somente no quinto disparo efetuado pelo homem é que o animal ficou inconsciente. A denúncia também menciona que o assassino deixou o local várias vezes enquanto o porco agonizava, para pegar mais munição e continuar a tortura.

Daphna Nachminovitch, vice-presidente sênior da PETA, afirmou que essa é uma denúncia extremamente preocupante e revoltante, já que o animal sofreu uma morte lenta e dolorosa, violando a lei 711.1109 do Havaí, que institui como crime crueldades contra animais.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

Em resposta à denúncia recebida, a PETA enviou um comunicado ao procurador do Condado de Kaua’i para que o caso seja investigado e um registro de acusação de maus-tratos seja feito contra o matadouro. “A PETA está pedindo uma investigação criminal em nome do porco que foi assassinado nesta instalação e instigando toda a população que é contra crueldades como está a se tornar vegana e ajudar a impedir que mais animais sofram nos matadouros”, concluí Daphna.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui