Pandemia

Austrália registra aumento de 300% na adoção de animais durante pandemia

Segundo o diretor executivo da RSPCA NSW, o aumento da adoção se deve ao fato de que as pessoas não querem se sentir sozinhas durante o isolamento social

Foto: AFP
Foto: AFP

As adoções de animais na Austrália têm tido um grande aumento durante a quarentena imposta pelo governo devido à pandemia causada pelo surto do coronavírus. Segundo informações do portal de notícias do Daily Mail, as adoções tiveram um aumento de 300% no país, apenas neste mês.

De acordo com Steve Coleman, executivo-chefe da organização de bem-estar animal RSPCA NSW, o aumento da adoção se deve ao fato de que as pessoas não querem se sentir sozinhas durante o isolamento social. “Foi realmente motivador ver muitas pessoas se voltando para os animais para alguma companhia nas próximas semanas, senão meses”, disse Steve.

Steve afirma que muitas das pessoas levam os animais temporariamente para suas residências, no entanto, é com essas atitudes que os cães e gatos do abrigo encontram um lar permanente, já que os responsáveis acabam se apegando aos animais e não conseguem devolvê-los ao abrigo. “Chamamos isso de “falha adotiva”. Há muitas pessoas que acabam não sendo capazes de devolver o animal porque se apaixonaram por ele”, explica o diretor da RSPCA NSW.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

Apesar das boas notícias referentes a adoção dos animais, a instituição tem se preparado para a possibilidade de que medidas mais drásticas sejam impostas nos próximos dias devido à pandemia do coronavírus e a ONG seja impedida de receber visitas.

“Algumas das coisas em que talvez tenhamos que pensar são possíveis adoções por telefone, se não por meio de uma plataforma digital e depois pensamos em potencialmente entregar animais às pessoas para garantir que, novamente, as pessoas sejam mantidas em segurança”, explica Steve.

O abrigo também pensa em um estilo de adoção do tipo Uber, para que as adoções continuem nesse período de crise que tem assolado todo o mundo.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui