Cidade chinesa recompensa moradores que denunciarem venda e consumo de animais silvestres

Bruna Araujo
April 22, 2020

Pixabay

A cidade chinesa de Shenzhen, no Sul da China, lançou uma plataforma on-line para receber denúncias sobre o comércio e consumo de animais silvestres, considerado crime na cidade. Shenzhen também é a primeira cidade da China a abolir o consumo de cães e gatos e espécies silvestres.

Para ajudar a tornar a medida mais efetiva, o governo da cidade pagará uma recompensa no valor de 100 mil yuans (cerca de R$ 72 mil) a quem denunciar o tráfico, morte e consumo de animais silvestres. A denúncias serão recebidas pelo aplicativo WeChat.

Além denunciar crimes contra animais, também será possível denunciar roubo, tráfico de drogas e prostituição. Shenzhen tem cerca de 13 milhões de habitantes e é a quinta maior cidade do país. O governo da cidade afirma que essas medidas estão sendo tomadas para que a China caminhe rumo à civilização moderna.

No Sul da China, onde Shenzhen está localizada, o consumo de animais selvagens é popular. Em 2002, um surto de pneumonia atípica, a SARS (Síndrome Respiratória Aguda Grave), teve início em pessoas que consumiam, criavam ou vendiam animais silvestres em áreas próximas à cidade de Shenzhen.

Lamentavelmente, a criação de animais selvagens para fins medicinais – sem qualquer comprovação científica -, não foi proibida. Da mesma forma que ocorre com os animais criados para consumo, essa prática explora e condena inúmeros seres vivos ao sofrimento, além de colocar a saúde pública em risco.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 


Você viu?

Em busca de companhias,

Fonte: g1.globo.com Uma das

Pixabay Aproximadamente 50 ativistas

Grupo de guardas ambientais

Foto: Reprodução Youtube /

Reprodução/Instagram/@osindefesos Três cachorros tiveram

The Dodo Onyx e

Foto: Reprodução/GRAD A destruição

Foto: Pixabay A tradição

Notícias | Você é o repórter | Histórias felizes | De olho no planeta


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

__CONFIG_colors_palette__{"active_palette":0,"config":{"colors":{"cf6ff":{"name":"Main Color","parent":-1},"73c8d":{"name":"Dark Accent","parent":"cf6ff"}},"gradients":[]},"palettes":[{"name":"Default","value":{"colors":{"cf6ff":{"val":"rgb(243, 243, 243)","hsl":{"h":0,"s":0.01,"l":0.95}},"73c8d":{"val":"rgb(217, 216, 216)","hsl_parent_dependency":{"h":1,"l":0.85,"s":-0.05}}},"gradients":[]}}]}__CONFIG_colors_palette__
OK
>