Cadela que seria sacrificada por ser tetraplégica se recupera e volta a andar


Reprodução/Instagram/@olive_thedane

Olive ficou paralisada do pescoço para baixo quando tinha quatro meses de idade. Uma doença misteriosa tirou os movimentos da cadela enquanto ela brincava em um parque nos Estados Unidos.

Ao levá-la a um hospital veterinário, Avanti Fernandes, sua tutora, recebeu a recomendação de sacrificá-la. O veterinário, que não conseguiu fechar um diagnóstico sobre o caso, indicou como única solução tirar a vida da cadela. Isso, porém, não estava nos planos de Avanti, que lutou pelo animal.

A tutora decidiu, então, buscar uma segunda opinião. Levou Olive ao Hospital de Animais Belle Mead, em Nova Jersey, e novos exames foram feitos. No local, um veterinário indicou fisioterapia para o caso, o que imediatamente começou a ser feito.

No entanto, apesar do tratamento, Olive piorou. A equipe média temeu que ela não sobrevivesse, mas sua família persistiu e, após meses de cuidados, a cadela passou a andar com a ajuda de um suporte com rodas.

Reprodução/Instagram/@olive_thedane

Na época, uma massoterapeuta se ofereceu para, de maneira voluntária, atender a cadela. Após três sessões de massagem, Olive conseguiu andar sozinha.

Hoje, já adulta, a cadela tem uma vida normal. Ela anda, corre, brinca e adora dar lambidas de amor em seus familiares. Porém, todos os cuidados dos quais ela precisou durante o tratamento resultaram em uma dívida de cerca de US$ 15 mil. Para quitar o valor, a família de Olive criou uma campanha de arrecadação em um site de financiamento coletivo. Até o momento, foram arrecadados US$ 5,6 mil. Para colaborar, basta clicar aqui.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

DOÇURA

EXTINÇÃO

SONHO REALIZADO

CARIBE

POLÍTICA AMBIENTAL

SÃO PAULO

AÇÃO HUMANA

TRAGÉDIA

MASSACRE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>